Uma operação do BOPE com apoio do caveirão na Cidade de Deus, zona oeste do Rio, surpreendeu uma equipe que entregava cestas básicas durante ações de combate contra o coronavírus na comunidade. Voluntários do Frente CDD relatam que os tiros iniciaram de maneira repentina e resultou na morte de um homem ainda não identificado na Rua Pantanal.

O grupo foi surpreendido por uma intensa troca de tiros e voluntários que participavam da ação tiveram que se abrigar em casas de moradores. Um dos integrantes denuncia que ao ficar sabendo sobre a pessoa baleada e ter tentado identificar o corpo, foram reprimidos de forma violenta por parte dos policiais presentes no local. “Quem não quer ser baleado tem que sair com uma bíblia na mão”, teria dito um dos militares.

O conselheiro tutelar e morador da Cidade de Deus, Jota Marques, informou que jovem baleado tinha saído de casa para ir comprar pipas, momentos antes de ser atingido. Depois de baleado, o homem foi colocado dentro do caveirão e levado pelos policias para o Hospital Lourenço Jorge, na Barra da Tijuca, onde resistiu aos ferimentos e faleceu.

COMPARTILHAR