Closet Certo: moradora do Alemão inaugura loja no Mirante do Complexo

A Jovem de 27 anos nasceu em Recife e veio morar com 8 anos de idade no Complexo do Alemão, encontrou dentro da favela a oportunidade que ela sempre sonhou de empreender

Closet Certo: moradora do Alemão inaugura loja no Mirante do Complexo

Nesse final de semana, mais um empreendimento dentro do Complexo do Alemão abriu as portas, dando mais opções aos moradores de encontrar produtos de qualidade. A empresária Gleice Soares, que é moradora da Central, inaugurou a loja Closet Certo, com roupas e acessórios bem estilosos, numa das vistas mais bonitas da comunidade, o Mirante do Complexo.

A jovem empresária sonhou com cada detalhe da loja, mas com a falta de recursos, ficou muito difícil a primeiro momento de realizar esse sonho. Ela então resolveu estudar, investir em vendas on line, e a partir daí começou a idealizar cada detalhe. Gleice teve o apoio da família até finalmente conseguir inaugurar o espaço. “Eu sempre tive esse sonho e falei com meus amigos, eu vou conseguir, eu vou inaugurar minha loja. Eu estudei muito, guardei dinheiro, assisti aos vídeos da Nathy Finanças, e como eu tenho um filho pequeno, eu sempre quis estar mais perto dele, e eu trabalhando para mim, vou conseguir isso.” 

Closet Certo: moradora do Alemão inaugura loja no Mirante do Complexo. Foto: acervo pessoal
Closet Certo: moradora do Alemão inaugura loja no Mirante do Complexo. Foto: acervo pessoal

A lojista tinha com preferência o Complexo do Alemão, por estar perto da escola do seu filho e por ter muitos conhecidos e estar praticamente em casa. Do jeito que ela sonhou, aconteceu. Mas nem tudo são flores, pois Gleice se planejou e logo, veio a pandemia. Ela sentiu o medo, insegurança, começou a ver lojas fechando as portas, uma forte crise, e se viu estagnada pois não conseguia ir comprar as peças para a loja. Viu praticamente seu sonho parado com a força do coronavírus, mas ela esperou e assim que o comércio foi liberado ela voltou a construir deu sonho. 

“Eu não vou parar por aqui, quero abrir outras filiais, quero contratar meninas da minha comunidade que não tem oportunidade de trabalho e mesmo que as pessoas digam: ‘Está muito cedo você acabou de inaugurar uma!’. Você nunca pode deixar de sonhar, já é tão difícil uma mulher conquistar seu espaço na sociedade, e quando aparece a oportunidade precisamos agarrar e é isso que eu vou fazer. Eu determinei no meu coração e tenho fé que vou conseguir.”

Gleice diz que realização do seu sonho vai além, não só na realização profissional, mas na sua vida ela passa pele amadurecimento das suas aceitações pessoais, é isso que ela quer levar para suas clientes, que dentro da sua loja, a mulher vai vestir a roupa que ela se sentir bem, se ligar para os padrões e preconceitos.

“A mulher tem o poder de ser o que quiser, de vestir o que elas quiserem, de chegar aonde elas quiserem, que elas tenham consciência do poder delas, que ao vestir a roupa eles se sintam amadas.”