Escola é invadida no Alemão e boneco uniformizado causa pânico

Sujo de tinta vermelha, boneco é deixado ao lado de barra de ferro

Escola é invadida no  Alemão e boneco uniformizado  causa pânico

Alunos do CIEP Maestro Francisco Mignone, localizado na rua Itapé, no Complexo do Alemão, ficaram sem aulas nesta segunda-feira por conta de uma invasão à escola que aconteceu na última madrugada. No início da manhã, um boneco vestido com uniforme escolar foi encontrado em uma das salas, sentado em uma das carteiras e coberto de tinta vermelha, remetendo a ideia de sangue.

Boneco vestia o uniforme das crianças e estava sujo de tinta vermelha. Foto: Morador/Voz das Comunidades Comunidades

“Quando abrimos a porta ele estava na sala. Pegaram tinta e jogaram em cima pra parecer que é sangue e o braço do boneco estava quebrado. Tinha uma barra de ferro virada em direção a cabeça, como se fosse uma arma. Comecei a chorar”, conta Aline Santos de Souza, mãe de uma aluna. A auxiliar de serviços gerais completa dizendo que além do boneco, que assustou quem viu a cena, outras salas também foram vandalizadas. “Tinha pó de café, manteiga e mais um monte de coisas jogadas pelo chão.”

Funcionários encontraram a escola vandalizada. Foto: Morador/Voz das Comunidades

De acordo com dona Ângela, funcionária do CIEP, a situação acontece com frequência.

“Isso já vem acontecendo ao longo dos últimos dois meses. Eles invadem e tiram as placas de alumínio, mas essa noite foi só vandalismo mesmo. Tiraram o ar condicionado do lugar e roubaram os fios de cobre. Os professores estão com medo dizendo que isso é uma ameaça”.

A convite da secretária de educação, Talma Romero Suane, um grupo de pais vai participar de uma reunião na prefeitura com o intuito de discutir soluções e estratégias para que novas invasões sejam evitadas e medidas de segurança sejam tomadas.

Deixe comentário