Jovem do Alemão poderá representar o Rio na Olimpíada do Conhecimento

Gabriel Augusto Martin foi indicado para participar da maior competição de educação profissional e tecnológica das Américas

Jovem do Alemão poderá representar o Rio na Olimpíada do Conhecimento

Cria do Complexo do Alemão, Gabriel Augusto Martins Moura, 19 anos,  pode disputar a etapa Nacional da Olimpíada do Conhecimento. Ao término do ensino médio, Gabriel fez o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) buscando ingressar no ensino superior, o que não foi possível devido a problemas que enfrentou no processo de matrícula. Em seguida, procurou oportunidades de se profissionalizar, foi quando surgiu uma vaga de jovem aprendiz no SENAI, em Duque de Caxias, onde o estudante frequenta aulas para se formar em Técnico em Mecânica e Manutenção. Através do seu bom desempenho, obteve grande destaque entre os colegas, o que levou a ser indicado por seus professores a ingressar no grupo de estudos para disputar a Olimpíada do Conhecimento. 

“Passei todos os dias estudando de manhã e à tarde, me preparando para as etapas da prova e com isso, eu aprendi que pra conseguir os meus objetivos, tenho que ter foco, tenho que sacrificar alguns momentos de lazer para que no fim a gente consiga ver o resultado.” – Disse Gabriel. 

A Olimpíada do Conhecimento é a maior competição de educação profissional e tecnológica das Américas, uma iniciativa do SENAI com apoio de diversas empresas e organizações que tem como objetivo destacar nos jovens habilidades técnicas e pessoais  através de avaliações elaboradas, tendo como base competências exigidas pelo mercado de trabalho atual e nos avanços tecnológicos. No final da competição os classificados serão candidatos a vagas na equipe que irá representar o Brasil no mundial chamado Torneio Internacional de Educação Profissional (World Skills).

Para o futuro, o jovem já almeja chegar na etapa mundial e trazer o título de campeão para o Brasil. Foto: Vilma Ribeiro/Voz das Comunidades

Gabriel que foi aprovado nas etapas Escolar, Regional e Estadual, agora se prepara para possivelmente representar o Rio de Janeiro na etapa Nacional. A rotina de estudos continua intensa, mas ele não desiste de cruzar o município todos os dias até a Baixada Fluminense em direção dos seus sonhos, mesmo enfrentando diversos desafios, o jovem revela de onde vem tanta força e qual é a reação das pessoas ao descobrirem que ele é cria do Complexo do Alemão “Minha família todo mundo ficou feliz, me dão maior apoio, eles vibram com cada conquista, o grupo da família no Whatsapp não para, é isso que me move. As pessoas se surpreendem quando descobrem da onde eu vim. Numa conversa que tive com os outros competidores de lugares fora do Rio, quando eu falava da onde eu vinha eles ficavam assustados, e perguntam como era o lugar onde eu moro.” – Afirmou Gabriel. 

LEIA TAMBÉM: Pipoca Palomithas: Conheça toda história dessa delicia

Para o futuro, o jovem já almeja chegar na etapa mundial e trazer o título de campeão para o Brasil. Gabriel também quer se graduar na área de engenharia e trabalhar no ramo de planejamentos e todo esse processo vem transformando e ensinando grandes lições.

 “Às vezes eu paro e me pergunto como é que eu cheguei até aqui? ” Foto: Vilma Ribeiro/Voz das Comunidades

 “Aprendi que pra chegar onde eu quero, preciso ter o conhecimento, a dor que é o processo e o sacrifício que é necessário. Às vezes eu paro e me pergunto como é que eu cheguei até aqui? Sendo quem eu sou, vindo do lugar de onde eu venho, olho pra todo mundo que eu tô representando e fico pensando, porque na primeira fase que foi escolar, eu botei na minha cabeça que tava representando toda a minha comunidade, nisso só lembrava do meu avô que trabalhou a vida inteira nessa área de mecânica, a minha mãe que deu duro pra me criar, todo mundo que me motiva, Não vou mentir a pressão é absurda, mas agora eu tô dando meu melhor pra poder representar o Rio de Janeiro no Nacional”.

Deixe comentário