Vazamento no gás deixa alunos sem aula no Complexo do Alemão há quase duas semanas

Problema no gás da EDI Lúcia Maria Batista de Albuquerque deixa mães sem poder trabalhar Por causa de um vazamento de gás, o Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Lúcia Maria

Vazamento no gás deixa alunos sem aula no Complexo do Alemão há quase duas semanas

Problema no gás da EDI Lúcia Maria Batista de Albuquerque deixa mães sem poder trabalhar

Por causa de um vazamento de gás, o Espaço de Desenvolvimento Infantil (EDI) Lúcia Maria Batista de Albuquerque, na Itaoca, no Complexo do Alemão, está há quase duas semanas sem aula. Segundo a secretaria municipal de educação, a CEG foi até o local lacrar o gás após um encanamento de cozinha apresentar problemas mas não solucionou o caso. Apesar de ter agendado a visita para reabrir a escola para o dia 18, oito dias após o incidente, afirmou depois que não poderia comparecer e a escola continua fechada.

Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades
Foto: Renato Moura/Voz das Comunidades

Camila Santos, mãe de um aluno, diz que todo dia de manhã liga para a escola e eles dizem que já solicitaram o reparo. Segundo ela, eles pedem para os pais fazerem contato no dia seguinte para saber se vai ter aula ou não. “A companhia de gás veio e simplesmente fechou o registro e a escola está aguardando até hoje a solução do problema”. Camila afirma que por causa da falta de aulas muitas mães ficam sem poder ir trabalhar.

Ainda segundo o e-mail da prefeitura, “a direção da unidade escolar e a 3ª CRE estão tomando as providências necessárias para a situação voltar a normalidade, mas  o atendimento da CEG é fundamental para que o problema seja solucionado”.

Deixe comentário