Defensoria Pública fará orientação jurídica gratuita amanhã (14) na Maré

Interessados em atendimento jurídico gratuito devem fazer pré‐agendamento. Haverá outras edições em dezembro e janeiro

Defensoria Pública fará orientação jurídica gratuita amanhã (14) na Maré

Sábado é dia de ação da Defensoria Pública na Maré, com o Defensoria em Ação, que é uma maneira de garantir o acesso à justiça a moradores. Os atendimento serão nas áreas Cível, Familiar, dos Direitos do Consumidor, da Mulher, da Criança e do Adolescente, Saúde, Idoso, Moradia e Criminal. 

A iniciativa é uma parceria da Redes da Maré com a Defensoria Pública/DPRJ (@defensoria). Todos os moradores podem ter acesso à orientação jurídica. Para ter acesso a essas orientações é necessário que moradores façam um pré-agendamento via WhatsApp pelo número (21) 999246462 até as 17h da sexta-feira 13/11. Nesse primeiro atendimento todos terão acesso à informações completas sobre a orientação.

“A Defensoria Pública vem fazendo um esforço de aproximação nos territórios de favelas, especialmente no Complexo da Maré. É muito importante repensar as formas que os equipamentos públicos podem se aproximar dessa população, principalmente no período da pandemia. A importância dessa ação da Defensoria está muito ligada a como devemos pensar as práticas para facilitar o acesso à justiça”, explica Lidiane Malanquini, coordenadora da Redes da Maré. 

Nesta edição, a iniciativa é levar atendimento de demandas das áreas Cível e Criminal, que serão levantadas pela equipe Redes da Maré e informadas previamente à Defensoria Pública. Os atendimentos serão realizados pela plataforma Google Meets de maneira escalonada em três salas virtuais, duas delas direcionadas à área cível e uma para a criminal. 

“Diante do sucesso da primeira atividade do projeto Defensoria Pública em Ação de 2020, que teve de ser adaptada com atendimentos virtuais por conta da pandemia do covid-19, optamos por realizar, em conjunto com a Redes da Maré, mais três edições, duas em 2020 e uma em 2021, ao menos por ora. A iniciativa é de extrema importância para garantir o acesso à justiça aos moradores do Complexo da Maré, local que apresenta uma grande demanda pelos serviços da Defensoria Pública”, enfatiza a coordenadora geral de programas institucionais da DPRJ e chefe de Gabinete, Carolina Anastácio.

As próximas atividades serão realizadas nos dias 12 de dezembro e 16 de janeiro, de 9h às 15h, também via Google Meets.