Engrandecendo a favela e empreendendo: Greyce Barbie Kelly, a rainha da Vila Kennedy

Greyce Barbie viu sua vida ser transformada em três anos, desde a abertura da sua loja. Hoje a Multimarcas entrega no Brasil todo

Engrandecendo a favela e empreendendo: Greyce Barbie Kelly, a rainha da Vila Kennedy

Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

Cria de favela, Greyce Barbie Kelly construiu seu império ao lado do esposo e dos seus dois filhos e hoje é proprietária da loja UpMultimarcas, que tem filiais em outras favelas. Um sonho que se tornou realidade, tomou as redes sociais e fez da empresária a Rainha da VK.

Não foi difícil para a equipe do Voz das Comunidades, em parceria com o jornal comunitário Voz da Vila Kennedy, encontrar a empresária e influenciadora Greyce Barbie. Em cada canto da Vila Kennedy onde se perguntava sobre, todos respondiam. A popularidade dela é tão grande dentro e fora do seu território que rapidamente conseguimos entrar em contato e logo fomos conhecer a tão famosa Rainha da VK.

Já de cara, perguntamos sobre o nome Greyce Barbie. Muito gentil e sorridente, ela fala que o Barbie é por ela ser muito vaidosa, gostar da cor rosa, brilhos e ter características semelhantes a da tão famosa boneca, tanto que sua cachorra também leva o nome duplo Bela Barbie. E em relação a sua vida empresarial, a jovem senhora fala da sua trajetória, que nada foi fácil. Tudo foi um sonho que, segundo ela, entregou nas mãos de Deus e foi fazendo conforme a vontade Dele. 

“Tudo começou pelo meu esposo, com 10 camisas que o amigo dele deu para ele revender, dentro de uma sacola, no quarto da casa da mãe dele. Mesmo sentido ele desanimado, eu sabia que esse era nosso sonho. Então, precisávamos lutar, acreditar, persistir, continuar sonhando juntos. Divulguei nas redes e começou a ter tanta notoriedade que pessoas de outros bairros vinham comprar e aquilo começou a me incomodar, pois eu queria um espaço para os clientes se sentirem à vontade, não queria mais aquele quarto. Nós trazíamos roupas dos Estados Unidos e, além da qualidade do produto, queríamos apresentar um serviço de excelência. Foi então que comecei a persistir, corri atrás e abrimos a nossa primeira loja.”

E pensa que a empreendedora parou por aí? Negativo! Logo já quis expandir os seus negócios e, com o apoio do seu esposo Bruno, abriu a segunda filial na Nova Holanda, mas nem todos os clientes conseguiam chegar até as duas favelas. Greyce já pensou além e abriu mais uma filial em Bangu, e mesmo assim quem morava na Zona Sul tinha dificuldade de chegar nas outras lojas. Mais uma vez pensando na comodidade dos seus clientes, abriu a filial da Rocinha. E hoje inaugura mais uma na Nova Holanda. A filial da Penha no momento está fechada, por conta da obra no Campo da Ordem, mas em breve será reinaugurada. 

O casal tem lojas na Rocinha, Bangu, Nova Holanda, Penha e Vila Kennedy. Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Ccomunidades

Greyce desconstruiu o paradigma de que dentro da favela não tem roupa de marca. Ela entrou com grifes famosas e alavancou suas vendas, tanto para o público masculino e feminino. Suas peças são originais e escolhidas a dedo para seu público. “O morador de favela gosta de se vestir bem, usar roupas boas, perfumes bons, várias marcas ficam com receio de vender dentro da favela, e aí que entro com o diferencial. Eu quero que meus clientes usem o melhor, Maria Gueixa, Lança Perfume, Labellamafia, Nike, Cavalera, Adidas. Somos revendedores autorizados e mostramos sempre os melhores resultados, porque a favela é potência.” 

Como o rei de uma rainha, seu marido destaca com brilho nos olhos e muito amor toda admiração pelo sucesso da esposa: “Ela me completa, eu administro e ela faz o todo o marketing. Ela me ajuda muito. Uma excelente mãe, esposa, mulher, segue ao meu lado. Ela edifica o lar. Ela conquista todo mundo com esse jeito dela. Tudo que ela quer, ela corre atrás e consegue. Sinto muito orgulho da minha esposa”.

Com muita fé e companheirismo, o jeito carismático da Greyce faz com que todos se apaixonem por ela. Mas, destaca que nada foi fácil. É muita oração, perseverança e busca realmente por aquilo que se acredita: “Tem gente que pensa que temos um investidor, que a gente tem dinheiro, mas não sabe o que se passa de verdade. Já fomos caluniados, injustiçados, desacreditados, roubados e quem me ver rindo, feliz hoje nas redes, não tem ideia pelas coisas que passamos, de dividir uma quentinha, de fecharem as portas na nossa cara, abrimos as lojas sem dinheiro, tudo começou apenas com 550 reais que o Bruno tinha guardado. Nada foi por mim, tudo é Deus, ele que é o administrador de tudo. Sem ele, nada seria possível”.

Greyce viu sua vida ser transformada em três anos, desde a abertura da sua loja há um ano, quando criou o perfil da marca nas redes. Hoje a Upmultimarcas entrega no Brasil todo. A loja vende roupa para homens, mulheres e crianças. “Não podemos construir um castelo na areia e sim na rocha e minha rocha é Deus”, diz. 

O sucesso nas redes da empreendedora é tão grande que ela não “colhe os louros” sozinha e usa do seu espaço para divulgar serviços de outros empreendedores: “Eu não tenho problema, nenhum em divulgar. Eu ajudo mesmo, tem espaço para todo mundo, no que eu puder ajudar, eu ajudo. Nós não somos nada, precisamos apoiar um ao outro. Eu recebo muitas mensagens dos meus parceiros me dando o feedback pelos produtos e serviços que anuncio e é muito gratificante. Pois, eu faço com amor, com verdade, por isso que a benção é para todos”.

Greice Barbie sempre teve apoio do marido Bruno para empreender. Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

A visão empreendedora do casal é tão além que eles fizeram uma festa só para clientes da loja. Foi a forma que eles encontraram de agradecer por todo sucesso que eles fazem questão de dedicar as clientes e seguidores. Além disso, a influenciadora recebe muitas mensagens de mulheres que estão passando por um momento delicado e sempre tem uma palavra de edificação para a vida dessas pessoas, tentando as confortar de alguma forma, para que não desistam dos seus sonhos, assim como ela, e que vão conseguir o que tanto almeja, basta acreditar.

Greyce atribui a identificação das pessoas a todo carinho, que é recíproco. Ela se sente abraçada por suas seguidoras como se fossem da família e destaca essa confiança que as pessoas têm em se abrir com ela, feliz por se inspirarem e tê-la como exemplo. E o Bruno ressalta: “Você ver a Greyce aqui assim, ela é assim com todo mundo, o tempo todo, trata todo mundo com maior carinho, você anda com ela pela Vila Kennedy, ela fala com todo mundo, para pra conversa, ela é desse jeito que vocês estão vendo, sempre foi assim”.

Esposa, empresária, influenciadora, mãe, e agora avó, Greyce emocionada só tem a agradecer: “Eu sou grata a tudo, pelo ar que eu respiro, por tudo que acontece na minha vida eu só tenho que agradecer, pois nada seria possível sem Deus. Eu agradeço e choro por cada detalhe, até pela minha cachorra, o quanto ela é linda, meus filhos com saúde, meu esposo, minhas clientes, amigas e seguidoras. Nunca pensei em desistir. Eu quero ir além, a minha história vai virar filme, aqui nessa entrevista está tudo resumido, mas passa um filme de toda a luta que tivemos. Parece que tem pouco tempo, mas o caminho que ainda estamos tem lutas e alegrias”.