Há mais de uma década a Estrela da Chatuba brilha no Complexo da Penha

Com mais de 15 anos de existência, a estrela foi fundada pelo presidente da associação da época juntamente com os moradores da Chatuba no Complexo da Penha. A estrutura foi

Há mais de uma década a Estrela da Chatuba brilha no Complexo da Penha

Com mais de 15 anos de existência, a estrela foi fundada pelo presidente da associação da época juntamente com os moradores da Chatuba no Complexo da Penha.

A estrutura foi criada com o objetivo de ser um objeto decorativo da comunidade na época de natal, moradores se uniram juntamente com o presidente da associação, que apoiou a ideia de construir o monumento,  sua composição era uma peça de ferro em formato de uma estrela de cinco pontas, com cerca de mais de 2 metros de altura, com diversos bocais nas bordas da estrutura onde eram enroscadas as lâmpadas.

Foto: Renato Moura

Localizada em um dos pontos altos do morro da Chatuba, a estrela que foi acesa para compor o céu na noite da queima de fogos que é uma tradição da comunidade, acabou se tornando uma marca de seu território. Devido sua estrutura ser composta por ferro e metal, a estrela sofria muitos danos por conta da ação de chuvas que ao longo dos anos causava a corrosão do material, problemas elétricos, como lâmpadas queimadas, eram também um dos desafios que os moradores responsáveis juntamente com a associação enfrentavam frequentemente para manter a manutenção da estrela sempre em dia. 

O morro da Chatuba compõe o Complexo da Penha e como em todas as favelas cariocas a rotina caótica de ter que conviver com o cenário de violência, frequentes confrontos e incursões policiais é uma realidade. Há cerca de um ano, uma ação violenta que ocorreu durante uma operação destruiu a Estrela da Chatuba, o que entristeceu a muitos moradores.

Foto: Renato Moura

Buscando manter vivo o símbolo da comunidade, mais uma vez a associação de moradores somou forças, mas dessa vez contou com a ajuda dos organizadores do evento Morro de Alegria, uma festa que reúne diversas atrações e abraça o público de favela a fim de proporcionar lazer de forma com que a comunidade se identifique.

Através dessa união, foi possível fazer a estrela brilhar outra vez, mas agora com visual diferente, as lâmpadas de cor amarelada deram lugar a luzes de led que mudam de cor, o material que antes se deteriorava com as ações climáticas, agora é mais resistente. A força da comunidade em manter a sua identidade prevalece, quem passa a noite pelo Complexo da Penha consegue avistar no alto do Morro da Chatuba, a estrela que muda de cor, ela segue brilhando por mais de uma década e se tornou símbolo de esperança para os moradores que juntamente da associação seguem cuidando do monumento que já é um dos pontos turísticos da Penha.

A paisagem a noite continua deslumbrante e o contraste da estrela com a favela deixa a mensagem que estrelas de fato nascem em meio ao caos.  

Foto: Renato Moura

Deixe comentário