Empoderar retocando o batom vermelho: conheça a maquiadora do Alemão Raylane Vasconcelos

“Não existe maquiagem cara ser a melhor, meus produtos são de excelente qualidade e custam 10 reais, o que importa é a técnica”

Empoderar retocando o batom vermelho: conheça a maquiadora do Alemão Raylane Vasconcelos

Ela tem apenas 25 anos, nunca desistiu dos seus sonhos e hoje está criando uma legião de maquiadoras dentro da favela. O Voz das Comunidades foi conhecer a história da cria do Complexo do Alemão, a maquiadora, empreendedora e proprietária do Estúdio Raylane Vasconcelos, que redefine o empoderar retocando o batom vermelho.

Ray, como é conhecida, desde de pequena sempre gostou de maquiagem, sua marca registrada é o batom vermelho, e foi por esse caminho que a jovem seguiu vendendo cosméticos de porta em porta pelo Complexo, Sempre querendo mais, a jovem fez cursos, se aperfeiçoou em técnicas e daí por diante. Um dia, na sua residência a jovem pensou: “Por que não, transformar a sala da minha mãe em um estúdio?” E rapidamente fez a proposta para sua mãe, que de imediato não aceitou. E você acha que ela desistiu no primeiro não? Ray continuou acreditando no seu sonho, buscando outras oportunidades de um espaço para montar seu estúdio. E sua perseverança e são tão inspiradoras que amoleceram o coração da mãe que comprou a ideia. 

Quando algo está predestinado a você, não tem para onde correr, e no caso da Ray não foi diferente. Em um ano e quatro meses ela montou seu estúdio, tem parcerias com outras lojas, está bombando nas redes sociais, empregou outras pessoas e está dando cursos de automaquiagem. Seu nome é referência na favela quando se fala em tutorial de maquiagem. Várias meninas a procuram para aprender as técnicas. 

Mas Ray fala sobre o além da maquiagem: “Nem todo dia é um dia bom, tem dia que a gente está mal, chateada e comigo não foi diferente, nos meu dias tristes, eu me maquiava e colocava um batom e isso me animava. Não quer dizer que é por causa da maquiagem, toda mulher é linda com ou sem maquiagem, mas o ato de se maquiar dá uma auto estima para mulher. E toda mulher que senta na minha cadeira, ela não aprende apenas a só se maquiar, mas sim a se amar, a se valorizar, a acreditar nos seus sonhos, eu sempre trago uma palavra de incentivo. Eu acredito nos sonhos das minhas meninas, eu acredito que como eu, elas vão além”.

O trabalho que a empreendedora promove dentro do seu espaço não é só ensinar, ela se destaca por empreender outras mulheres. Ray fala sobre investimento e de como as meninas precisam investir o seu dinheiro. “Não existe maquiagem cara ser a melhor, meus produtos são de excelente qualidade e custam 10 reais, o que importa é a técnica. A menina não precisa trazer seu material. E eu sempre passo uma lista para elas comprarem seu próprio material para investir no seu trabalho quando o curso acaba, e se for o caso eu vou com elas para elas não gastarem a mais”. 

Empoderar e ajudar as mulheres é o objetivo da maquiadora. Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

E nem tudo são só negócios, Ray promove ações para as mulheres do Complexo, como seu primeiro mutirão de maquiagem gratuita, maquiagem gratuita para o dia das mães e também nos dias das mulheres. “Não é sobre dinheiro, não é sobre sucesso e nem sobre a quantidade de seguidores, é saber qual é meu papel na vida dessas mulheres e ajudar mesmo. Mulheres precisam se unir, se juntar, precisam ser felizes, uma levantando a coroa da outra”.

E você acha que a história da Raylane acabou por aqui? Cada passo dado é mais um objetivo que ela quer alcançar. Futuramente, a jovem pretende abrir mais uma filial e agregar outros serviços de estética. E já deixa escapar que vai contratar profissionais que fizeram o curso com ela. 

Para Ray, não existe sonho impossível, você precisa acreditar e colocar a sua energia naquilo que você sonha. “Eu entreguei nas mãos de Deus, ninguém acreditava nos meus sonhos, mas eu acreditava em mim, quando muitos falaram que eu não ia conseguir, foi ai que lutei, não pensei em desistir, pois o que eu quero é maior que críticas. Eu fui injustiçada, desacreditada e hoje eu agradeço a Deus, que nada seria possível se não fosse Ele. Minha mãe também é meu suporte, me ajudou muito. E minhas clientes, elas são maravilhosas, elas são incríveis.”

Muito centrada, organizada, seu foco principal é fazer a diferença na vida de outras mulheres, seja sua aluna mais nova de 4 anos ou a mais experiente de 68, seu trabalho é a sua missão, e ela deixa claro que a troca com suas alunas e clientes é o que a motiva. O brilho nos olhos da Ray e amor pelo que faz é o resultado de tanto sucesso.