Morador morre após ser atingido por tiro na cabeça durante operação na Vila Cruzeiro

Samuel, que era pedreiro e líder em uma congregação cristã, foi atingido quando saía de casa para trabalhar

Morador morre após ser atingido por tiro na cabeça durante operação na Vila Cruzeiro

Desde 5h da manhã de hoje, policiais da Unidade de Polícia Pacificadora – UPP, com o apoio de 2 caveirões, realizam uma operação na Vila Cruzeiro, no Complexo da Penha, que resultou na morte do morador Samuel Menezes da Conceição, de 37 anos, vítima de uma bala perdida. Samuel, que era pedreiro e líder em uma congregação cristã, foi atingido em torno de 9h da manhã por um disparo na cabeça quando saía de casa para trabalhar, não resistiu ao ferimento e morreu no local.

Segundo informações, o clima voltou a ficar tenso na área da Merendiba e é necessário atenção ao entrar e sair da comunidade, pois ainda há relatos de disparos. Durante a troca de tiros, parte da comunidade ficou sem luz devido a explosão de um transformador. A Light já está no local realizando o reparo.

Uma equipe da Light trabalha para normalizar a energia do local. Foto: Zen Ferreira/Voz das Comunidades

INVASÕES DE COMÉRCIO E RESIDÊNCIA

Nas redes sociais, moradores e comerciantes denunciam com fotos e vídeos a atuação de militares durante a operação. O bar Espaço Parada da Penha teve o local invadido e de acordo com o proprietário do estabelecimento, eletrônicos foram quebrados e bebidas roubadas pelos agentes do governo. Além da área de lazer dos moradores da comunidade, a residência também foi invadida, onde ainda de acordo com o comerciante, roupas e dinheiro foram furtados. Veja abaixo o desabafo:

Televisão do bar Espaço Parada da Penha foi quebrada: “Quem vai pagar todo esse meu prejuízo?”. Foto: Enviada por morador

Deixe comentário