Operação na Cidade de Deus já dura 13 horas e tem interdição de ruas durante protesto

Devido a manifestação, vias da Zona Oeste foram bloqueadas

Operação na Cidade de Deus já dura 13 horas e tem interdição de ruas durante protesto

Foto: Reprodução

Moradores da Cidade de Deus, Zona Oeste do Rio de Janeiro, passaram esta terça-feira (09) ao som de muitos tiros. Segundo pessoas que moram na região, o tiroteio começou na favela por volta das 5 horas da manhã.

De acordo com informações recebidas, os policiais militares do 2º Comando de Policiamento de Área (CPA) fizeram uma operação para “reprimir o crime organizado” e checar denúncias de armas e drogas na Cidade de Deus.

Durante a tarde, moradores, em protesto, tentaram fechar a Estrada Marechal Miguel Salazar Mendes de Moraes, na altura da Edgard Werneck, colocando fogo em objetos.

Conforme o Centro de Operações da prefeitura, por volta das 16h, também na Zona Oeste, os manifestantes chegaram a bloquear a Estrada Arroio Pavuna, na altura da Ponte Pedro Pereira Pinto. Por volta das 19h, as vias foram liberadas.

No local, havia pneus incendiados obstruindo a via. Os policiais retiraram o material para permitir a circulação de veículos. Foto: Divulgação

Em nota, a PM informou que após a operação desta terça, “grupos de moradores realizaram uma manifestação e tentaram interditar vias da região. Equipes do Batalhão de Policiamento em Vias Expressas (BPVE) e das Rondas Especiais e Controle de Multidões (RECOM) seguiram em apoio para estabilizar o perímetro”.