Prefeitura do Rio pretende instalar nova logística de coleta domiciliar no Alemão e Rocinha

A iniciativa surgiu em diálogo com lideranças comunitárias e já contemplou o Vidigal

Prefeitura do Rio pretende instalar nova logística de coleta domiciliar no Alemão e Rocinha

Foto: Comlurb/Divulgação

Priorizando a modernização e acessibilidade nos serviços essenciais dentro das comunidades do Rio de Janeiro, a Companhia Municipal de Limpeza Urbana (Comlurb) divulga, em uma nova logística de coleta domiciliar, a ampliação das instalações de contêineres nas comunidades do Complexo do Alemão, Zona Norte, e da Rocinha, Zona Sul.

A iniciativa, que já contemplou as favelas do Vidigal e do Horto Florestal, planeja instalar, em pontos estratégicos do Alemão e da Rocinha, unidades de contêineres de 1.200 litros. Tal metodologia faz com que moradores de localidades de difícil acesso, como becos e vielas, tenham mais facilidade para ofertar o lixo à Comlurb, evitando que ele fique espalhado pelo interior das comunidades.

De acordo com a Comlurb, a iniciativa surgiu após uma série de conversas com lideranças comunitárias sobre a necessidade da modernização da coleta domiciliar nestes pontos. A entrega da nova logística ainda não possui prazo definido.