Projeto social Favela Mundo oferece 300 vagas para oficinas artísticas no Caju

Com aulas de teatro, Hip-Hop, violão e danças, a iniciativa foca no desenvolvimento de crianças e jovens da comunidade

Foto: Favela Mundo / Divulgação

Cada vez mais o incentivo à arte tem sido um fator determinante na transformação social nas comunidades cariocas. Através de iniciativas culturais, diversas oportunidades são oferecidas para as crianças e adolescentes de favelas do Rio de Janeiro.

Com interesse em proporcionar novos cenários e possibilidades para os moradores do Caju, o projeto Favela Mundo abre 300 vagas para oficinas de teatro, Hip-Hop, violão, jazz e danças brasileiras para os jovens da região, de 2 a 18 anos de idade.

Seguindo as medidas protetivas da Organização Mundial de Saúde (OMS), as aulas das oficinas retornam ao modelo presencial. Mas, com distanciamento, distribuição de máscaras e de recipientes com álcool em gel. A iniciativa social Favela Mundo conta com o apoio da Prefeitura Municipal do Rio de Janeiro e desenvolve atividades sustentáveis de acordo com o “Modelo de Inclusão Social nas Grandes Cidades”, da Organização das Nações Unidas (ONU).

A iniciativa busca preencher as vagas na comunidade do Caju, como já feita no Jacarezinho e Cidade de Deus.
Foto: Favela em Pauta / Divulgação

Para participar do projeto, que também atende as comunidades do Jacarezinho e Cidade de Deus, – mas já estão com as turmas preenchidas nessas regiões – é necessário que os jovens estejam matriculados em alguma instituição de ensino. A inscrição pode ser feita na sede da iniciativa, na Associação A Arte Salva Vidas, localizada na Rua General Sampaio, 74, Caju.