Projeto Social na Cidade de Deus muda rotina para ajudar famílias afetadas pela pandemia

Projeto social Distribuidores de Alegria atuava realizando festas em datas comemorativas como Natal, Páscoa, Dia das Crianças, para as crianças da Cidade de Deus. Porém, devido a pandemia da Covid-19, o projeto teve que se reorganizar para atender também às famílias afetadas pelos impactos da nova realidade

Projeto Social na Cidade de Deus muda rotina para ajudar famílias afetadas pela pandemia

Na Cidade de Deus, Zona Oeste da cidade do Rio de Janeiro, um projeto social, que atende as crianças da comunidade, transforma sua rotina para ajudar famílias em maior vulnerabilidade social na favela. Essas foram afetadas pelos impactos da pandemia da Covid-19.

O projeto social Distribuidores de Alegria surgiu em 2011 com jovens de uma Paróquia da região da Cidade de Deus. Hoje em dia é um movimento de jovens de toda a comunidade. Contudo, a ideia permanece a mesma: realizar festas em datas comemorativas como Natal, Páscoa, Dia das Crianças, para os moradores da Cidade de Deus. Porém, devido a pandemia da Covid-19, o projeto teve que se reorganizar para atender também às famílias daquelas localidades.

Além de todo o processo de produção necessário para organizar as festas, o projeto também se preocupa em passar uma mensagem positiva para as crianças, a base de carinho e afeto. Isso foi mais uma motivação para o projeto expandir suas atividades. O Distribuidores de Alegria tem realizado com mais frequência ações sociais, a fim de amenizar os impactos da pandemia. 

Atuação do Projeto na CDD

“É incrível poder fazer parte de um movimento que promove o bem para nossa comunidade. Os Distribuidores de Alegria me mostrou o quanto é grandioso o nosso poder de transformação. Através do nosso trabalho, impactamos positivamente a vida de inúmeras crianças e famílias que já viviam em condições subumanas antes da Pandemia. Somos uma ponte de solidariedade, que promove mudanças e criam oportunidades de fazermos mais pelos nossos”, contou a ADM Carol Nascimento, de 29 anos, uma das coordenadoras do projeto.

Foto : Reprodução

Atualmente, os Distribuidores de Alegria são 14 integrantes e conseguem atender aproximadamente 500 famílias com cestas básicas, produtos de limpeza e higiene pessoal, além de cerca de 1.000 kits leite e cereal, fraldas, entre outros produtos. Atuam em áreas da Cidade de Deus, como Brejo, Casinhas Novas, Rocinha 2, Outeiro, Pantanal, Bariri, Josafá, Vacaria, Tangara e o Treze, fazendo cadastros daquelas famílias para novas ações sociais.


O grupo atua de forma independente e conta com doações para continuar mantendo suas ações. Para mais informações de como ajudar os Distribuidores de Alegria, entre em contato com o Instagram do projeto, e faça sua doação!!!