Taça das Favelas Free Fire: torneio entre favelas terá modalidade promovida pela CUFA

Inscrições para o torneio exclusivo para jovens moradores de favelas de todo o Brasil podem ser feitas gratuitamente até 25 de outubro

Taça das Favelas Free Fire: torneio entre favelas terá modalidade promovida pela CUFA

Os apaixonados por Free Fire, que juntam a galera para fazer uma guilda, que adoram desafiar o amigo para o X1, gostam de dar capa e zoar a galera de boiá, ou que ficam gritando “ain nobru apelão”, vão amar esse anúncio feito pela Cufa em parceria com a Garena. Está preparada, tropa? Então, hoje foi o anúncio da abertura das inscrições do maior torneio do mundo entre favelas, a Taça das Favelas que agora tem a modalidade Free Fire. As inscrições para o torneio exclusivo para jovens moradores de favelas de todo o Brasil podem ser feitas gratuitamente a partir de hoje (13) até 25 de outubro clicando aqui.

“No futebol, a Taça das Favelas se consagrou como o maior campeonato de futebol entre favelas do mundo. Essa parceria com a Garena é a soma de duas grandes forças e os moradores de favela vão ganhar muito com isso! Com certeza essa parceria vai dar o que falar! A Taça das Favelas Free Fire já é um sucesso”, comemora Celso Athayde, fundador da CUFA e idealizador da Taça das Favelas.

Após o período de inscrições, a Etapa Estadual da Taça das Favelas Free Fire será entre os dias 2 e 8 de novembro. Neste período, em cada estado, 48 times serão divididos em quatro grupos de doze times. Depois de três quedas, os três melhores times de cada grupo passam para a Final Estadual, na qual as doze melhores equipes do estado enfrentam-se em seis quedas. A equipe vencedora terá o título de Campeã Estadual e passará para a próxima fase, com início no dia 13 de novembro.

Na Etapa Nacional, as 27 equipes Campeãs Estaduais e outras nove equipes (não-campeãs, selecionadas com base no desempenho que tiveram na fase anterior) serão divididas em três grupos de doze times. E, depois de seis quedas, as quatro melhores equipes de cada grupo passam para a final, que será em 5 de dezembro.

“O Free Fire é um jogo que funciona em qualquer celular. Logo, ele é o jogo competitivo perfeito quando falamos sobre inclusão! Esse é o grande momento da Taça das Favelas e da CUFA mostrarem sua capacidade de transformar vidas e revelar o futuro dos jogadores também no mundo dos esportes eletrônicos! Mais uma vez a capilaridade da CUFA está fazendo algo histórico, estamos dando hoje o primeiro passo para criar um marco no mercado do e-sports”, destaca Marcus Vinicius Athayde, diretor de inovações da CUFA e coordenador geral do projeto.

Para mais informações, acompanhe as redes oficiais da Taça das Favelas Free Fire no Twitter, Facebook, Instagram e também nas redes oficiais de Free Fire.