Tem Spa na Favela! Conheça o estúdio Hanna Vianna, no Alemão

O espaço Hanna Vianna tem serviços de cuidados com corpo e pele, como massagens e aromaterapia, com qualidade e preços acessíveis

Tem Spa na Favela! Conheça o estúdio Hanna Vianna, no Alemão

Nesse período de pandemia está sendo muito difícil manter a saúde mental devido a tantas informações e incertezas. O isolamento social é um reflexo do quanto isso afetou a todos. O nosso corpo e a nossa pele também dão sinais dessa nova rotina. O Voz das Comunidades foi conhecer um local para moradores relaxarem e terem acesso à dicas de como cuidar do corpo e da pele. Quer relaxar? Tem Spa na Favela!

“Eu recebo muitos clientes com o rosto cheio de espinhas e com muita oleosidade da região da máscara, isso acontece devido ao local estar abafado e às pessoas ainda usarem maquiagem. Vocês precisam cuidar de pele, fazer a limpeza correta, hidratar. O uso da máscara é obrigatório, e temos que pensar no cuidado com a pele para não ter irritações e nem espinhas”, explica Hanna Vianna, proprietária do espaço de estética e beleza que leva seu nome e está localizado no Mirante do Complexo do Alemão.

A jovem esteticista fala da importância do cuidado de pele para quem está usando máscara e usa maquiagem também. Fotos: Vilma Ribeiro/ Voz das Comunidades

Além da pele, o espaço Hanna também cuida do corpo com massagens relaxantes e aromaterapia, que é aplicada a um ramo da fitoterapia. Aroma significa cheiro agradável, terapia é um tratamento que visa à cura de uma indisposição mental ou física. Além da prática terapêutica, que utiliza as propriedades dos óleos essenciais 100% puros para restabelecer o equilíbrio e a harmonia pessoal, o espaço tem escalda pés e diversos serviços para que clientes se sintam mais relaxados e tenham os cuidados necessários para seu bem estar e a autoestima.

Mas, afinal, quem teve a ideia de criar um spa dentro da Favela? Com apenas 25 anos, a esteticista Hanna Vianna, moradora do Ypê, no Complexo do Alemão, sempre amou o universo das maquiagens. A jovem, que já trabalhou vendendo acessórios para mulheres e produtos de beleza, passou a dar aulas para moradoras no projeto social Educando por Amor. Toda essa paixão fez com que a jovem montasse seu próprio espaço.

Como medida de proteção, horários estão sendo agendados. Foto: Vilma Ribeiro/ Voz das Comunidades

A esteticista lembra com carinho da sua trajetória e o apoio que teve das pessoas que ela considera mais importantes para sua carreira: “Minha mãe me ajuda muito, ela me criou e minhas duas irmãs vendendo refeições (comida caseira), minha mãe revende cosméticos e é cozinheira. Quando fiz o curso de maquiagem e não tinha dinheiro para comprar material, meu namorado me emprestou. Ele me incentiva muito e me ajudou a comprar a mobília do Studio.”

A jovem fala sobre as mulheres se maquiarem e esquecerem da pele: “É uma onda de se maquiar, eu adoro, mas as pessoas precisam ter um ritual para tirar a maquiagem, hidratar a pele, fazer o procedimento de sckincare”. Para quem não sabe, skincare é um termo inglês que significa cuidados com a pele e diz respeito à rotina diária que se deve ter para manter uma pele saudável, hidratada, suave, luminosa e jovem por mais tempo.

Com mais uma especialização na área, a esteticista pretende fazer parcerias com lojas de produtos especializados. Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

A esteticista está nos momentos finais do curso de especialização e celebra a procura de clientes pelo seu trabalho, que saem satisfeitos com os serviços. Ela planeja abrir filiais em outras comunidades da cidade com qualidade e preços acessíveis.