Voz das Comunidades promove Invasão de Livros em alusão à ocupação, que completa 10 anos

Mais de 16 mil livros de diversos gêneros e faixas etárias serão distribuídos a moradores das comunidades

Voz das Comunidades promove Invasão de Livros em alusão à ocupação, que completa 10 anos

Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

Na manhã deste sábado (28), o Voz das Comunidades em parceria com Bienal do Livro vai realizar a Invasão de Livros. A ação é uma alusão aos dez anos da ocupação pela polícia militar dos Complexos da Penha e Alemão. Mais de 16 mil livros de diversos gêneros e faixas etárias serão distribuídos a moradores das comunidades, com destaque para livros de Barack Obama, Djamila Ribeiro, Lázaro Ramos, Sônia Bridi e Emicida.

Invasão de livros como resposta

Rene Silva, fundador do Voz das Comunidades, é o idealizador da ação e comentou sobre a realização da Invasão de Livros. “O que me motivou a fazer a Invasão de Livros nos Complexos do Alemão e da Penha foram os dez anos que o poder publico teve a oportunidade de transformar a realidade desses dois maiores conjuntos de favelas e não fez nada. Não é uma ação de confraternização e comemoração desses dez anos, é uma ação para reafirmar que queremos invasão de livros, cultura, musica, ação social e investimentos nas áreas em que não houve investimentos. Durante esses dez anos o poder público só colocou dinheiro na polícia e nos tirou a Nave do Conhecimento, Biblioteca parque e Teleférico”.

Crianças e jovens dos Complexos do Alemão e Penha vão receber livros na manhã de sábado (28). Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

A Invasão contou com o apoio de doações de livros de inúmeras pessoas, mas a maior parte foi feita pela Bienal do Livro. Cerca de cem voluntários vão participar da entrega dos livros doados em ação similar às de distribuição de cestas básicas. A diferença é que as sacolas, dessa vez, estarão cheias de livros.