O Coletivo Bar de Todxs em parceria com o cantor, compositor e produtor musical, Bernardo Guimarães, conhecido como o Pajezz, vai promover uma live solidária para arrecadar doações para a Recreação Infantil Estrelinha, localizada na Área 5, no Complexo Alemão, que precisou suspender as aulas dos alunos durante a pandemia do novo coronavírus. Com o intuito de levar entretenimento e promover a solidariedade, a #livesolidária será na próxima quinta-feira (21/05), às 18h, no perfil do instagram do Coletivo que convida. “Em um momento tão delicado, decidimos unir nossas forças e vamos promover um fim de tarde especial, ajudando a quem mais precisa”, comenta Flávio Fernandes, responsável pelo Coletivo abr de Todxs.

Em consequência da pandemia, muita coisa precisou parar, porém, iniciativas criativas e destinadas a fazer o bem também ganharam espaço nesse cenário devastador, e desde que a quarentena foi iniciada várias famílias de comunidades perderam seus empregos, suas fontes de renda, e o resultado disso tudo é a falta de alimentação e materiais básicos para se garantir a prevenção do novo coronavírus.

Rosângela Oliveira Marinho Marcílio, fundadora da Recreação Infantil Estrelinha onde são atendidas 150 crianças de 0 a 6 anos em situação de vulnerabilidade social segue as determinações das OMS. No local, é realizado o trabalho de letramento, atividades para desenvolver a sociabilidade e a psicomotricidade. O estabelecimento também colabora gerando emprego dentro da comunidade, que hoje atua com um quadro de dez funcionárias, onde boa parte são moradoras do Alemão. A suspensão das aulas atingiu também as mães que estão trabalhando nesta pandemia e não tem com quem deixar os filhos. Perante dos diversos problemas administrativos que a escola vem enfrentando, Rosangela não perdeu a esperança e buscou ajuda para essas famílias na tentativa de amenizar o impacto que a pandemia está causando.

“A minha preocupação maior é proteger as crianças contra o coronavírus, devido a pandemia, nosso foco de trabalho tem sido garantir a alimentação dessas crianças, a higienização e apoio psicológico”, comenta Rosangela Marinho.

Foto: Reprodução

“As crianças da comunidade são muito vulneráveis, não tem uma alimentação adequada, e acesso a poucos materiais para higiene. Falta sabonete, sabão, e até água, imagina se terão álcool em gel”, desabafa Rosangela Marinho.

Durante a Live, o público poderá fazer doações de alimentos, produtos higiene pessoal, fraldas descartáveis, roupas infantil e dinheiro para a Estrelinha. A instituição está atendendo 92 famílias com doações periódica de cesta básica, kit de higiene e de roupas. A distribuição é feita de forma segura nas dependências da Estrelinha com horário marcado, a fim de evitar aglomerações. No momento, já foram doadas 151 cestas básicas de abril ao início de maio

“Só tenho a agradecer a ajuda de todos nesta empreitada, de poder levar um pouco de dignidade para as nossas crianças da comunidade”, comenta Rosângela Marinho

COMPARTILHAR