96% dos moradores adultos do Complexo da Maré receberam primeira dose da vacina

A iniciativa de imunização em massa da Secretaria Municipal de Saúde, Fiocruz e Redes da Maré atingiu mais de 36 mil pessoas da comunidade

96% dos moradores adultos do Complexo da Maré receberam primeira dose da vacina

Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

A campanha de imunização em massa no Complexo da Maré, realizada entre os dias 29 de julho e 3 de agosto, aplicou 36.064 doses na população local durante o período, a maioria (51%) com idade entre 20 e 29 anos, de acordo com o Boletim Conexão Saúde – De Olho no Corona”.

Após a campanha, o conjunto de favelas da Maré atingiu 96% da sua população adulta imunizada ao menos com a primeira dose ou dose única.

Segundo o levantamento, em números gerais, 117.749 doses de vacinas foram utilizadas até o dia 9 de agosto nos postos de saúde da região, sendo 94.008 de primeira dose ou única (67%) e 23.741 receberam a segunda (17%). Importante destacar que esta porcentagem se refere a toda população, incluindo crianças e adolescentes.

Como é o caso de Thaís Germânia, de 25 anos, que recebeu a primeira dose da vacina AstraZeneca na Clínica da Família Jeremias Moraes da Silva. Para ela, o início da imunização no bairro que cresceu é um sentimento de alívio e esperança para todos.

“Foi um momento muito significativo receber a vacina. Era um momento de muita ansiedade e de desejo pessoal, pois trabalho com eventos, como DJ, e é muito importante esse passo de imunização. Claro, nos eventos sempre toco de máscara. Agora, tô no aguardo da segunda dose”, relata.

Thaís, que recebeu a primeira dose da vacina AstraZeneca, aguarda ansiosa a segunda.
Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação

A iniciativa #VacinaMaré, da Secretaria Municipal da Saúde em parceria com a Fiocruz e Redes da Maré, é uma ação de extrema importância no Complexo da Maré, pois a região conta com 7271 casos de moradores infectados e com 332 óbitos, sendo a comunidade mais atingida pelo vírus no Rio de Janeiro. Apenas na última semana, o território teve 350 novos registros de coronavírus nos habitantes.

Os dados são atualizados semanalmente no Painel de Coronavírus nas Favelas, do Voz das Comunidades.