A história do torcedor apaixonado José Alves, o Zé Fla do Bar do Flamengo na Nova Brasília

A paixão do morador do Alemão pelo time do coração se tornou trabalho

Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

O futebol faz parte da vida do brasileiro e junto com o esporte vem a paixão pelo time de coração. Torcedores de futebol expressam seu amor pelo clube que torcem de diversas formas. O morador da Nova Brasília, José Alves do Nascimento, de 50 anos, é um destes torcedores apaixonados e fez do sentimento pelo Flamengo o seu trabalho.

O nome José virou apenas uma formalidade, já o apelido é sua marca registrada. Conhecido pelo Complexo do Alemão como Zé Fla, há 19 anos tem o seu bar na localidade da Nova Brasília, mais precisamente na Praça do Terço. “A igreja cedeu esse espaço, e decidi juntar minhas duas paixões e montar o Bar do Flamengo”.

Da porta a copos e mascotes, o Bar do Zé exala Flamengo
Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

“Flamília”

A paixão de Zé é transmitida para todos os membros de sua família, da esposa Rita de Cássia ao neto José Gabriel. “Aqui digo que somos a Flamília né, todos juntos pelo Flamengo, é minha torcida organizada caseira”.

Identificação

O bar se tornou um estádio improvisado dentro do morro, um Maracanã caseiro. “Eu não consigo mais ir ao Maraca como eu ia e não vejo jogo em casa, eu venho para cá, aqui é o meu lugar de ver jogo do Flamengo, meu Maracanã. E os outros flamenguistas também se sentem em casa, quando eu demoro para chegar eles me ligam ou esperam aqui na porta.”

“Hoje meu bar, além de virar esse lugar onde os flamenguistas podem vir, beber, comer, conversar, é um ponto de referência para a comunidade. E eu não consigo sair de casa sem algo que me identifique como torcedor do Flamengo, é algo meu.” Para este ano, Zé espera que o Flamengo continue a brilhar, volte a viver anos como em 2019, e com isso possa ter ainda mais alegrias no seu recanto rubro-negro.