Ação Por Um Natal Melhor distribui 40 toneladas de alimentos às famílias do Alemão e Penha

Sendo realizada mais uma vez em meio aos impactos da pandemia, a iniciativa de 2021 contemplou o maior número de famílias possíveis, além de outras comunidades

Foto: Selma Souza / Voz das ComunidadesFoto: Selma Souza / Voz das Comunidades

Neste sábado (18), aconteceu a tradicional ação da ONG Voz das Comunidades “Por um Natal Melhor”. Em sua décima sexta edição, cerca de 40 toneladas de alimentos foram doados aos moradores das favelas do Rio de Janeiro que vivem em situação de maior vulnerabilidade social.

Ao todo foram entregues 3.000 cestas básicas às comunidades, sendo 500 para o Complexo do Alemão, 500 para o Complexo da Penha, 1.000 para 10 organizações do Complexo do Alemão e 100 cestas para 10 outras favelas do Rio, sendo elas: Cidade de Deus, Vila Kennedy, Vila Vintém, Cantagalo-Pavão-Pavãozinho, Rocinha, Providência, Maré, Jacarezinho, Morro da Fé e Morro do Urubu. 

Muito mais do que entrega das cestas básicas para as favelas assistidas, a ação “Por um Natal Melhor” visou também levar um gesto de esperança para as celebrações de final de ano para inúmeras famílias dessas localidades. A iniciativa também é uma oportunidade de troca de vivências entre os moradores e os voluntários do Voz das Comunidades. 

Ação de combate à fome

Morador do Bairro do 13, no Complexo da Penha, Zona Norte do Rio, José Carlos Francisco, de 61 anos, na manhã de hoje, foi surpreendido positivamente pelos agentes do Voz com a entrega da cesta de Natal. Diante disso, ele relatou com emoção a ajuda recebida.  

“Está sendo uma situação precária (sobre a sua vida na pandemia) viver de bicos, doações, daquilo que vier, porque trabalho mesmo não chega. Hoje não tenho mais condições de fazer uma compra como antigamente. O dinheiro não dá. A cesta mudou isso (perspectiva para o Natal), porque ia pegar dinheiro emprestado para passar a data”, disse José.

O idoso se emocionou com a chegada da cesta, pois naquele momento seu único alimento seria um pão francês.
Foto: Selma Souza/Voz das Comunidades

Moradora da Vila Cruzeiro, Rosane Barbosa, auxiliar de serviços gerais, de 52 anos, vive uma situação semelhante. Somados à ela, são 5 pessoas dentro de casa, sendo uma das netas com necessidades especiais. Além disso, só uma trabalha. Ao se deparar com com os voluntários do Voz, ela celebrou.

“Foi um ano bem difícil! Desempregada e sem serviços… E, com uma menina com necessidades especiais, foi mais difícil ainda. Estávamos preocupadas como seria o Natal. Entreguei nas mãos de Deus. Mas, hoje, podemos ver que Ele já está agindo através desta ação”. 

Aproximadamente 90 voluntários que participaram da distribuição das cestas básicas.
Foto: Selma Souza/Voz das Comunidades

A iniciativa deste ano contou com a doação de 700 cestas básicas doadas pela Drogaria Venâncio e mais 300 cestas básicas doadas por artistas. O aplicativo Ifood patrocinou 1.000 cestas para outras comunidades. O Bazar da Preta, promovido e organizado pela cantora Preta Gil, reverteu parte de suas vendas para a ação.