Após denúncia do Voz, CEDAE faz vistoria de esgoto a céu aberto no Alemão

Segundo relatos de moradores, o problema já ocorria há mais de dois meses
WhatsApp Image 2021-08-19 at 09.49.10

Foto: Reprodução / Região Administrativa de Inhaúma

Nesta quinta-feira (19), por volta de 09h, a CEDAE deu início à verificação de buracos e esgoto a céu aberto na Avenida Itaóca, próximo à entrada da Fazendinha, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio. A denúncia foi feita durante uma transmissão ao vivo pelo Voz das Comunidades no início deste mês.

A Região Administrativa de Inhaúma acompanhou o trabalho do órgão. No entanto, de acordo com o Gestor Executivo Local Noel Viera, a Companhia precisará retornar ao local novamente com uma nova equipe e equipamentos mais adequados, pois o conserto engloba uma grande tubulação.

O caso se mantinha há mais de dois meses, segundo relatos de moradores, podendo ocasionar acidentes graves em razão dos buracos que vinham cedendo. Além disso, veículos eram obrigados a desviar dos buracos que ocupavam parte de um ponto de ônibus. Os pedestres que passavam por ali precisavam estar atentos para não “tomarem um banho”.

Dono de uma pequena loja, o morador do Alemão Isaías Dias relatou ao Voz sobre o problema
Foto: Reprodução

Na momento, Isaías Dias, dono de uma lojinha localizada quase em frente ao incidente, conversou com o Voz das Comunidades e fez um apelo. “As pessoas não merecem respeito? Isso fica aí meses e meses, semanas e semanas, isso é falta de consideração com as pessoas”.

Confira a reportagem completa:

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]