Após terem casas atingidas pela chuva, moradores do Alemão esperam ações de órgãos da prefeitura

Seis casas no Morro dos Mineiros foram afetadas, dentre elas a do trabalhador autônomo João Paulino
Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades
Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

Ano início deste mês de janeiro, mais precisamente no dia 08, após um forte temporal que afetou a comunidade do Alemão, na Zona Norte Rio. Muitos moradores tiveram suas casas atingidas e pedem por soluções mais rápidas para as situações que se apresentam.

Na localidade do Morro dos Mineiros, pelos menos 6 casas foram afetadas por esses incidentes naturais. Dentre estas moradias, há de um morador que teve de lidar com a perda total da sua casa, depois de um deslizamento de terra na região. Segundo informações repassadas pelos moradores, agentes da Prefeitura garantiram que, em três dias de sol ou clima firme, seria efetuada a limpeza dos destroços . Contudo, a situação no local não teve muita melhora para os moradores.

No dia do incidente, a Defesa Civil do Rio foi acionada pela equipe do Voz das Comunidades e uma inspeção foi realizada pelos engenheiros. Entretanto, a retirada completa dos destroços não foi finalizada.

À espera de soluções

“Eles conversaram lá com o presidente da associação e falaram que vão fazer uma obra lá. Mas tá tudo abandonado, aquilo ali é uma obra de emergência, né cara. Não só para mim, mas para os outros moradores também. Pode ter uma chuva forte e complicar mais ainda”, relatou João Paulino, um dos moradores que teve maiores prejuízos com o deslizamento.

Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades
João chegou a dar entrada no aluguel social, mas não sabe ao certo quando quando o benefício será liberado.
Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

Notas dos órgãos públicos

Em contato a Defesa Civil, foi esclarecido que o órgão não é responsável por fazer limpezas. Ela apenas realiza as vistorias para saber se os locais oferecem ou não algum risco. Além disso, é responsável somente pelas vistorias e constatação de risco. Não é responsável por obras e nem por limpeza.

Procurada, a Comlurb informou que, após deslizamentos do Morro dos Mineiros, já removeu do local cerca de 14.4 toneladas de terra e outros detritos. A Companhia de Limpeza aguarda agora a liberação do local pela Geo Rio para concluir os trabalhos de remoção de terra do local.

Secretaria de Infraestrutura por meio da Geo-rio esclarece que o local foi vistoriado em caráter emergencial no dia 09/01. Após a vistoria, quatro casas na Rua Valmir e outras duas na Rua Minas Gerais foram interditadas. A Fundação desenvolveu projeto e está fazendo estimativa de custos para posterior aprovação de orçamento e execução das obras.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]