Após quase três anos, julgamento de PM que matou Ágatha Félix acontece na próxima quarta

Rodrigo José de Matos Soares é indiciado por homicídio qualificado na 1ª Vara Criminal do Tribunal de Justiça do Rio pela morte da menina negra de 8 anos
Foto: reprodução
Foto: reprodução

Após três anos da morte da menina Ágatha Vitória Sales Félix, de 8 anos, por um disparo de arma de fogo efetuado por um agente de segurança pública, finalmente o Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro marcou a data da audiência de instrução e julgamento do Policial Militar Rodrigo José de Matos Soares, no dia 9 de fevereiro, na próxima quarta-feira. 

O PM, que atirou em direção a uma Kombi que passava pelo Morro da Fazendinha, no Complexo do Alemão, atingiu a criança nas costas no dia 20 de setembro de 2019. Durante todo este tempo, ele, que já era considerado réu pela morte, continuou conectado à instituição policial atuando no setor burocrático da Diretoria de Veteranos e Pensionistas (DVP) da Polícia Militar. 

Agora, depois de três anos sem conclusão, o julgamento que ocorre na 1ª Vara Criminal do TJ a partir das 13h e o PM Rodrigo José de Matos Soares é indiciado por homicídio qualificado. As informações são do Jornal O Globo.


Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]