Aulas grátis de empreendedorismo para atletas e moradores de cinco favelas do Rio

As inscrições podem ser feitas até amanhã, dia 29 de setembro

Aulas grátis de empreendedorismo para atletas e moradores de cinco favelas do Rio

A Academia de Futebol Pérolas Negras oferece aulas gratuitas de empreendedorismo para  jovens atletas e moradores, com idades entre 15 e 24 anos, do Cantagalo, Cidade de Deus, Vila Aliança, Queimados e Serrinha (Resende). 

O projeto Trilha Empreendedora Pérolas Negras, que tem parceria entre o clube de futebol Pérolas Negras e a ONG Junior Achievement, tem como objetivo preparar atletas que treinam em associações esportivas de comunidades do estado do Rio de Janeiro. Essa preparação é para que façam uma boa gestão de suas carreiras quando ingressarem em grandes clubes, instruindo atletas para o mercado de trabalho como uma alternativa para geração de renda.

Serão contemplados cerca de 400 jovens. E apesar do foco do projeto Trilha Empreendedora Pérolas Negras estar nos atletas, serão abertas turmas para moradores das comunidades com interesse em aprender sobre empreendedorismo, gestão financeira, gestão de carreira e competências para ingressar no mercado de trabalho. Além de contribuir para a construção da carreira dos atletas, o projeto pode ser uma boa opção para jovens que desejam incrementar o currículo com conhecimentos que podem ajudar a se destacarem em processos seletivos de empresas. 

As inscrições podem ser feitas até o dia 29 de setembro por meio do link que você encontra aqui. O projeto Trilha Empreendedora Pérolas Negras tem início no dia 30 de setembro, com uma metodologia híbrida (sendo necessário, em alguns momentos, a atuação presencial) e duração total de seis meses. 

O conteúdo do projeto é baseado na Trilha Empreendedora  da 
Junior Achievement, cuja metodologia inclui sete programas com temas de gestão financeira, empreendedorismo, ética, rotinas nas empresas, profissões do futuro, e criação de startups – sendo este último, um programa prático, no qual os jovens devem criar uma empresa durante quatro semanas com mentorias. Cada programa dura em média um mês, totalizando os 6 meses. As atividades são práticas e lúdicas, utilizando, inclusive, a linguagem do cotidiano dos alunos para que o processo de aprendizagem faça mais sentido para eles.