Biblioteca de Manguinhos inicia fase de reabertura com funcionamento flexibilizado

Interessados em pesquisa, uso de computadores ou empréstimos de livros, podem ir no horário das 9h às 16h; uso de máscaras permanece obrigatório
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Nesta segunda-feira (6), aBiblioteca de Manguinhos, da Fiocruz, iniciou sua fase de reabertura de forma flexível. Com a pandemia do Covid-19, a instituição teve que tomar alguns cuidados para evitar aglomerações dentro do ambiente. Mas, com o início da “fase verde”, a Biblioteca permitirá a circulação em, praticamente, todos os ambientes. O uso de máscaras continua obrigatório dentro da instituição.

Dentro da biblioteca, voltam a ter circulação os seguintes setores:

  • Pesquisa no Acervo (das 9h às 16h)
  • Espaços de Estudo (das 9h às 16h)
  • Uso de Computadores (das 9h às 16h)
  • Cabines de Estudo (das 9h às 16h)
  • Reprografia (das 9h às 16h)
  • Cadastro de usuários, empréstimos e devoluções de livros (das 9h às 16h)
  • Consulta de obras raras (mediante agendamento)

A Biblioteca de Manguinhos está localizada na Av. Brasil, 4365, no mesmo espaço da Fiocruz. Maiores informações podem ser obtidas no site da biblioteca, neste link, que conta com um tour virtual, cadastro, obras digitalizadas e treinamentos.

A instituição também está presente nas redes sociais Instagram e Facebook.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]