Cabelinho na régua e autoestima em dia: conheça a Barbearia do Dick no Alemão

Há uma década na profissão, Waldick Francisco de Souza Júnior, de 28 anos, já fez vários cortes, inclusive em famosos

Cabelinho na régua e autoestima em dia: conheça a Barbearia do Dick no Alemão

Foto: Vilma Ribeiro/ Voz das Comunidades

Desde cedo, o verbo “correria” acompanhou a rotina de Waldick Francisco de Souza Júnior, de 28 anos, morador da Fazendinha, no Complexo do Alemão. Criado pela avó e a mãe, após perder o pai na infância, “Dick”, como é mais conhecido na comunidade, definiu a profissão que seguiria ainda jovem, quando observava com curiosidade o trabalho do primo: barbeiro. Hoje, ele é dono da Barbearia do Dick, na Rua Itararé, 375.

“Quando vi o meu primo trabalhando com cortes de cabelo, eu pensei: ‘acho que consigo cortar também’. Então, comprei uma máquina simples e comecei a cortar. Percebi que tinha muita facilidade na área e comentei com meu primo sobre. Ele me apoiou totalmente e me chamou para cortar com ele enquanto eu aprendia mais”, explica.

De lá para cá, a constante agitação em seu cotidiano se tornou uma aliada na sua trajetória profissional. Pois, devido a essa atividade, há quatro anos ele conseguiu abrir o seu primeiro salão na Fazendinha. Mas, o espaço ainda não era seu.

“Há quatro anos consegui abrir o meu primeiro salão. Lá na Fazendinha. Mas o espaço da barbearia ainda não era meu. Pagava aluguel todos os meses e aumentava anualmente o preço da loja. Chegou um momento que percebi que não seria viável me manter por lá”, comenta.

Mas foi lá atrás, na experiência adquirida no salão do seu parente, que o barbeiro estabeleceu como objetivo a abertura da sua própria barbearia. E, como ele mesmo conta, é nesta etapa da vida que a “correria” entrou ainda mais na rotina. Em busca de um espaço para chamar de seu, o profissional trabalhou em empresas de varejo para alcançar uma parcela dos recursos necessários para a concretização da meta.

Localizado na Estrada do Itararé, 358, a Barbearia do Dick já atendeu celebridades e políticos do Rio de Janeiro.
Foto: Vilma Ribeiro/Voz das Comunidades.

“Eu trabalhei cerca de um ano e meio em empresas que não eram do ramo de barbearia para conseguir o dinheiro e abrir o meu próprio salão. Porém, o dinheiro não foi o suficiente e tive que vender o veículo que tinha na época para alcançar a quantia e também contei com ajuda da minha mãe”, relembra.

Na procura de um espaço físico, um amigo telefonou para Dick avisando sobre a disponibilidade de uma loja comercial na Estrada do Itararé, 375, no Complexo do Alemão, Zona Norte do Rio. “Um conhecido me avisou sobre essa loja. No primeiro momento, eu não gostei do espaço. Mas, quando abri a janela e olhei a vista de frente para a comunidade… entendi que esse era o lugar que Deus reservou pra mim”, detalha.

De acordo com o barbeiro, a certeza que o espaço era destinado para a Barbearia do Dick veio com um episódio inusitado: ele esqueceu as chaves do salão e, por coincidência, as da sua residência abriram a fechadura do lugar. “É como se fosse a minha própria casa, entende!?”, explica, enquanto revela que já cortou o cabelo de pessoas famosas dentro do cenário musical e político. Entre eles, o rapper Pablo Martins, do grupo 1 Kilo, e o vereador Luciano Medeiros (PL).