Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

CAIXA TEM: Calendário para atualização de dados pelo aplicativo do banco já está disponível

Começa neste domingo (14) e vai até o dia 31 de março, de acordo com o mês de nascimento

Foto: Divulgação

Com a aprovação da retomada do auxílio emergencial ocorrida na quinta-feira (11), os beneficiários do auxílio precisarão fazer a atualização dos dados cadastrais através do aplicativo do CAIXA TEM pelo celular.

O pagamento em 2021 será no valor de R$ 175 para pessoas que moram sozinhas; R$ 250 para casais; e R$ 375 para mães solo o que soma em 46 milhões de pessoas, número bem menor que o anterior e pelo período de quatro meses. As primeiras parcelas do benefício deverão começar a ser liberadas em abril.

Para evitar vários acessos e travar o aplicativo, a Caixa estabeleceu um cronograma de atualização cadastral pelo celular, de acordo com os meses de nascimento dos usuários. O calendário começa neste domingo (14) e vai até o dia 31 de março. Nem todos os que têm o aplicativo receberão o benefício. O governo ainda não informou como isso será feito.

O usuário deverá entrar no aplicativo Caixa Tem e acessar à opção “Atualize seu cadastro”, enviando a documentação solicitada por meio própria ferramenta no celular. Será preciso tirar uma selfie e enviá-la digitalmente com documentos pessoais (RG, CPF e comprovante de endereço). Não é preciso ir a uma agência bancária para fazer os procedimentos. Basta entrar no app e seguir as orientações.

Veja o Calendário a seguir:

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]