Calendário de vacinação contra Covid-19 no Rio sofre antecipação de datas; confira

Público em geral de 57 a 54 anos será vacinado a partir desta segunda (7), além de profissionais da educação
VACINACAO-COVID-ZILMA-ARMS-0863-1

Foto: Selma Souza / Voz das Comunidades

No início da tarde dessa sexta-feira (04), a Secretaria Municipal de Saúde anunciou que o calendário de vacinação do Rio de Janeiro foi adiantado. A partir desta segunda-feira (07), serão vacinadas pessoas de 57 anos, e avançará de forma escalonada até pessoas com 54 anos ou mais, no sábado, dia 12.

A fase de vacinação aos poucos vai avançando para os cariocas. Por volta das 12h da sexta-feira, o prefeito do Rio Eduardo Paes (PSD) postou em suas redes sociais a antecipação no calendário municipal de vacinação. Neste adiantamento, vão ser vacinados os grupos de 57 a 54 anos do público em geral.

Importante ressaltar que na quarta-feira dia 09, o dia é dedicado aos trabalhadores da Educação Básica das redes pública e privada de ensino da cidade do Rio. Para se vacinar, além do documento de identificação, é preciso levar o último contracheque ou declaração da instituição educacional. Ao longo de toda a semana, a vacinação será dividida em 2 turnos: pela manhã as mulheres, à tarde, os homens.

Vale lembrar também que a proteção contra o vírus só é garantida após 14 dias da aplicação da segunda dose. Por isso, fique atento para não perder a sua data. É possível encontrar a unidade mais próxima da sua casa acessando o portal da prefeitura do Rio.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]