Cavalo que sofria maus-tratos é salvo por policiais da UPP do Alemão

O resgate durou cerca de uma hora. Os policiais alimentaram o animal, deixaram ele na sombra e o batizaram de Alemão
Foto: Divulgação
Foto: Divulgação

Foto: Reprodução

Policiais da UPP do Complexo do Alemão resgataram um cavalo na manhã desta quinta-feira (14) depois de presenciarem o animal sendo vítima de maus-tratos. Os agentes entraram em contato com a Secretaria Municipal de Proteção Animal solicitando o resgate, que foi feito em parceria com a Subsecretaria Estadual RJPET e o projeto Anjos de 4 Patas. O animal precisou ficar dentro da sede da UPP até a chegada do resgate.

A busca levou cerca de uma hora. Os policiais alimentaram o cavalo, deixaram ele na sombra e batizaram o animal de Alemão, em homenagem aos PMs que o resgataram.

O coordenador de operações da Secretaria de Proteção ao animal, Jack Calderini, acompanhou toda ação ao lado do veterinário Dr. Mileno. De acordo com o Secretário Municipal de proteção animal, Vinicius Cordeiro, a partir de agora a secretaria atuará em defesa dos equinos e animais de grande porte.

“A nova Secretaria Municipal de Proteção aos animais em apenas quinze dias de trabalho, em ações como essa, já resgatou mais de cem vidas, entre cavalos, animais domésticos e silvestres. Nossa intenção é intensificar as ações de combate ao tráfico animal e dos maus-tratos de milhares de animais que ocorrem infelizmente diariamente na cidade do Rio de Janeiro”, disse o secretário em entrevista.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]