Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Celebrando o afrofuturismo, 6ª edição de ‘João in Sarau’ acontece no Vidigal neste sábado (11)

Evento acontecerá no Casarão do Nós do Morro, a partir das 20h, e vai reunir diversas formas de arte
Foto: Débora Rocha
Foto: Débora Rocha / Reprodução

Um sarau que começou de forma despretensiosa em 2019 (um aniversário) terá sua sexta edição no próximo sábado (11), a partir das 20h. Idealizado e realizado apenas por pessoas pretas, ‘João in Sarau’ dessa vez celebra o afrofuturismo e acontecerá na sede do Grupo Nós do Morro, no Vidigal, favela da Zona Sul do Rio. O evento vai reunir diversas formas de arte, como música, moda, gastronomia, entre outros.

João Vitor Nascimento, idealizador e mestre de cerimônia do evento, é cria do Vidigal e também do Nós do Morro, onde entrou aos seis anos de idade, como faz questão de ressaltar. “O sarau vai acontecer no Casarão do Nós do Morro, que é um espaço de resistência aqui dentro do Vidigal há mais de trinta anos. João in Sarau é reencontro, é resgate, é aquilombamento. E, nessa edição, a gente vai celebrar o tema afrofuturismo porque o futuro de fato é preto”, pontua João. 

João Vitor Nascimento, idealizador do ‘João in Sarau’
Foto: Rodrigo Santos

Sobre as expectativas, ele comenta: “A gente possa entregar algo que nunca foi visto. Estamos muito ansiosos para poder receber todo mundo para que tenham uma noite mágica e ancestral!”. E ressalta que essa edição está sendo feita na raça, com muito trabalho duro, sem patrocínio, somente buscando apoio dos comércios locais. 

Ingressos e atrações

Os ingressos gratuitos já esgotaram, mas ainda há as opções de R$ 10 (ingresso individual) e R$ 18 (ingresso individual + copo).

Para adquirir os ingressos, basta acessar o link: (https://www.sympla.com.br/evento/joao-in-sarau/1871955?fbclid=PAAaY4TyBgi085TuelUPMjjaTv_Mv2gUAwgYjXo9Ve2qJ_msUieXJAybikbAY)

Atrações da sexta edição de ‘João in Sarau’
Foto: Divulgação

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]