Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Cinco bailarinas do Complexo do Alemão são aprovadas para a escola de dança do Theatro Municipal

As meninas são alunas do Projeto Vidançar, localizado no Alemão
Foto: Ana Moura / Vidançar
Foto: Ana Moura / Vidançar

Cinco meninas do Complexo do Alemão, entre 10 e 12 anos, foram aprovadas na Escola Estadual de Dança Maria Olenewa (EEDMO),  uma tradicional escola de dança do núcleo de formação do Theatro Municipal do Rio de Janeiro. O resultado do processo seletivo saiu nesta sexta-feira (3).

As pequenas bailarinas são alunas do Projeto Vidançar, localizado no Alemão. Ana Giulia Alves da Silva, Ana Helena Lehnemann, Isabelly Sousa Reis, Natacha Sophia José Rodrigues e Sophia soares dos Anjos são os novos nomes do corpo discente da EEDMO em 2023.

Escola Estadual de Dança Maria Olenewa

A Escola de Danças Clássicas do Theatro Municipal do Rio de Janeiro foi criada em 1927, pela bailarina Russa Maria Olenewa, incentivada pelo crítico teatral do Jornal Brasil, Mario Nunes, tendo por finalidade a formação de bailarinos profissionais e a criação de um Corpo de Baile.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]