CineCarioca Nova Brasília ganha nova administração e RioFilme anuncia retorno

Após quase dois anos fechado, o espaço no Complexo do Alemão deve reabrir até o começo de outubro
Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades
Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

Na manhã do dia de ontem, 16 de setembro de 2021, através das suas redes sociais, a RioFilme anunciou que o CineCarioca Nova Brasília no Complexo do Alemão deve retomar as atividades até o início de outubro deste ano.

A abertura dos envelopes da licitação decidiu quem será a empresa que irá administrar a sala nos próximos dois anos. Dessa forma, ficará a cargo da Wellington Cardoso da Luz Cinemas LTDA, sediada no próprio Complexo do Alemão, a gestão do CineCarioca Nova Brasília.

O contrato prevê, entre outras coisas, que o preço dos ingressos deve ser de no máximo R$10, garantindo assim a meia entrada a R$5 para os moradores da área, estudantes, idosos e portadores de necessidades especiais. Além disso, o cinema deve oferecer pelo menos 4 sessões diárias.

Vale lembrar que a sala de cinema foi aberta em 2010. No entanto, desde dezembro de 2019, o cinema se encontra fechado após o encerramento do último contrato de licitação.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]