Completando 63 anos, Imperatriz vai promover uma feijoada com show da Iza e outras atrações

O evento vai ocorrer na própria quadra da escola; bloco Cordão do Bola Preta é um dos convidados
Cantora marcará presença em show na quadra da escola. Foto: Webert_Belecio AgNews
Cantora marcará presença em show na quadra da escola. Foto: Webert_Belecio AgNews

O carnaval do Rio de Janeiro sempre traz grandes personagens ao público. As escolas de samba são as principais atrações da festa, produzindo o maior espetáculo da Terra. Uma das anfitriãs, a Imperatriz Leopoldinense, está celebrando seu aniversário.

Prestes a completar 63 anos, a tradicional escola de samba do bairro de Ramos promoverá uma feijoada com um pocket show da cantora Iza. Mas, além da apresentação da cantora, outras atrações estão confirmadas: As escolas Mangueira, Beija-Flor, Salgueiro, São Clemente, Grande Rio, Unidos da Tijuca, Vila Isabel e o bloco Cordão do Bola Preta estarão presentes na festa. O grupo de pagode Pura Tentação também se apresentará e a Imperatriz fará um show para os todos os convidados.

Os ingressos podem ser adquiridos na quadra da escola, localizada na Rua Professor Lacê, 235, no bairro de Ramos. De forma online, através do número (21) 99869-3635. Os ingressos se dividem entre antecipados e na hora.

A feijoada acontece domingo, dia 6 de março, a partir do meio-dia, na própria quadra da Imperatriz Leopoldinense. É necessário apresentação da carteira de vacinação e o uso de máscaras no evento. Para mais informações, acesse http://imperatrizleopoldinense.com.br/

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]