Complexo Esportivo da Rocinha abre inscrições para natação infantil e hidroginástica

O início das aulas está previsto para o dia 14 de setembro de 2021 e as vagas são limitadas devido à pandemia
(Fernando Frazão/Agência Brasil)
(Fernando Frazão/Agência Brasil)

Foto: Fernando Frazão / Agência Brasil

Possibilitando acesso de moradores às atividades físicas, o Complexo Esportivo da Rocinha, localizado na Zona Sul do Rio de Janeiro, abriu vagas para natação infantil e hidroginástica nesta terça-feira (31). As atividades oferecidas são uma parceria entre o Complexo Esportivo com o Sistema Firjan.

Para realizar a inscrição na hidroginástica, os interessados devem ter, no mínimo, 50 anos, e apresentar, obrigatoriamente, documentos (original e xerox), duas fotos 3×4 da carteira de identidade, atestado médico original, e o cartão de vacinação da Covid-19.

Os responsáveis que querem inscrever seus filhos na natação infantil, precisam apresentar também documentos (original e xerox). Além disso, duas fotos 3×4 da carteira de identidade, atestado médico, cartão de vacinação da Covid-19, e uma autorização do responsável. A natação é voltada para crianças de 7 a jovens de 17 anos.

Foto: Reprodução / Rocinha Alerta

Ao ir ao Centro Esportivo da Rocinha, é obrigatório o uso de máscaras. O início das aulas está previsto para o dia 14 de setembro de 2021. As vagas são limitadas por conta da pandemia.

O Complexo Esportivo da Rocinha fica na Rua Bertha Lutz, 84, Rocinha. O horário de atendimento é das 10h às 16h. Para mais informações e dúvidas a respeito das atividades, basta entrar em contato através do número (21) 97977-3001 (WhatsApp).

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]