Conheça a designer de sobrancelhas que transforma o olhar da mulherada do Alemão

Com apenas 26 anos, a empreendedora está com agenda fechada até outubro e comemora o sucesso que está fazendo dentro e fora da favela

Conheça a designer de sobrancelhas que transforma o olhar da mulherada do Alemão

A Dermopigmentação é uma técnica usada para produzir padrões que se assemelham à maquiagem, mas de forma permanente, principalmente na pele da face, lábios e pálpebras. Já a micropigmentadora, ou o micropigmentador, é o profissional do ramo da estética especializado em aplicar pigmentos na camada mais superficial da pele com o objetivo de corrigir falhas nas sobrancelhas e até no couro cabeludo, delinear e preencher lábios, delinear o contorno dos olhos, dentre outras coisas. E foi usando essa técnica inovadora que a jovem Ingrid Marques, 26 anos, cria do Largo do Bulufa, na localidade da Grota, no Complexo do Alemão, começou a mudar o olhar das moradoras.

Muito perfeccionista, Ingrid sempre gostou de estética. E a sobrancelha sempre foi a primeira coisa que ela reparava nas pessoas. A partir daí a jovem começou a fazer cursos, a se aperfeiçoar nas técnicas, e hoje é referência dentro e fora do Complexo. A procura tem sido tão grande que na maioria das vezes não tem espaço na agenda. Mas como sempre tenta agradar a clientela, ela arruma um encaixe. Ingrid, além de fazer os atendimentos, também administra cursos para quem quiser seguir os passos de micropigmentadora e garantir uma renda.

Ingrid atende de terça a sábado, em frente a Associação de moradores da Alvorada
Créditos: Arquivo Pessoal

“Eu fui mandada embora do meu emprego e aproveitei para fazer um curso na área da beleza. E escolhi o designer de sobrancelhas e aos poucos eu fui me descobrindo e me apaixonando.”

Após o curso, como não tinha um espaço, Ingrid começou o atendimento no bar do seu pai. Ela fazia as sobrancelhas ali mesmo, na cadeira do bar, e isso começou a ter visibilidade, pois os moradores queriam ver o que estava acontecendo, aquela aglomeração de mulheres no bar. E as próprias clientes a incentivaram a usar um canto no bar exclusivo para poder fazer as sobrancelhas. Com o passar do tempo, o espaço começou a ficar apertado, pois recebia clientes de vários pontos do Alemão e de outros bairros. Algumas sentiam medo de entrar na favela, e por diversas vezes Ingrid ficou trancada com as clientes dentro do bar, fechado por conta de tiroteios.

“Toda vez que tinha um tiroteio, eu tinha que ficar agachada com minhas clientes. Eu chorava muito aquilo me dava uma revolta, uma raiva, era uma situação tão constrangedora, ficava triste, por diversas vezes essa situação acontecia e eu pensava em até desistir. Eu só queria trabalhar e dar o melhor para as minhas clientes.”

Incomodada com a situação e pensando no bem estar das suas clientes, Ingrid resolveu investir em um novo local, no Complexo mesmo, em frente à Associação de moradores da Alvorada. Um espaço novo, reformado, no qual ela pode atender a suas clientes com mais tranquilidade e conforto.

Ingrid ressalta que o apoio da sua família foi fundamental. E seu suporte, para sair de onde estava e inaugurar um novo espaço, veio principalmente do seu pai, que faleceu tem 3 meses, a quem ela é extremamente grata por a todo momento dizer para a filha que ela precisava ter um espaço só dela. “Meu esposo foi meu braço direito, ele me deu muito apoio para construir o estúdio, esteve aqui o tempo todo me ajudando, acreditando no meu sonho. Minha mãe que hoje está trabalhando comigo, meu pai que me incentivou muito e minhas clientes. Graças a Deus, eu tenho uma família maravilhosa e clientes que são amigas que me apoiam demais.”  

Como nem tudo são flores, Ingrid comenta sobre persistir no sonho, de buscar e acreditar: “Nada é fácil, mas tudo que você consegue com sacrifício, honestidades, sem querer pisar em ninguém, tem um sabor diferente. Vale a pena, investir no sonho, estudar, se capacitar, mesmo que digam que não, você precisa acreditar e saber esperar o tempo certo. Você passar pela luta e ver o fruto do teu suor é muito gratificante.”

Ingrid inaugurou o estúdio tem um mês, já está administrando curso de micropgmentação. Foto: acervo pessoal

Em breve, Ingrid pretende abrir outras filiais, com recepção, salas exclusivas para micropgimentação. E pensa também em um espaço para dar aulas para as meninas que a procuram para aprender as técnicas, gerando renda, mais oportunidade de emprego e elevando o nome da favela. Hoje, o que a Ingrid mais deseja é conseguir criar sua filha, dar uma educação de qualidade, desfrutar da sua independência financeira e fazer com que suas clientes se sintam cada vez mais lindas e realizadas.

“As mulher ama a micropigmentação, pois é uma técnica inovadora, com uma durabilidade enorme. A mulher pode usar o modelo que quiser e deixar a sobrancelha linda. Além de ser esteticamente apresentável, deixa a mulher com a autoestima elevada.”