DESAPARECIDO: moradora do Alemão pede ajuda para encontrar filho de 14 anos

O jovem está desaparecido desde sexta-feira (04). A família já fez o boletim de ocorrência e está desesperada por notícias

DESAPARECIDO: moradora do Alemão pede ajuda para encontrar filho de 14 anos

Erick Apolinário, morador da Grota, localidade do Complexo do Alemão, está desaparecido desde sexta-feira (04). Segundo a mãe, Taiana Anastácia Vieira, a última vez que foi visto o menino estava em uma lanchonete em Niterói. Ela pede ajuda para encontrar o filho de 14 anos.

Taiana é mãe de 5 filhos, vende doces nas ruas de Niterói e sempre que sai leva seus filhos. Dessa vez, seu mais velho, Erick, acabou desaparecendo da sua vista. “Eu fui trabalhar vendendo doces em Icaraí e meus filhos sempre vão comigo. Na sexta-feira, como sempre fazemos, combinamos de nos encontrar, mas depois de uma hora e meia ele não voltou mais”, explica a mãe de Erick.

Os pais não conseguiram fazer Boletim de Ocorrência no mesmo dia. De acordo com a familia, para fazer o B.O foram orientados a percorrer aos hospitais da região e só foi possível emitir no dia 7.

A mãe está desesperada à procura de informações sobre seu filho. Parentes afirmam que Erick é um menino doce, educado, inteligente, que cantava no coral da igreja, bem sossegado. Também dizem que Taiana sempre saía com ele e seus irmãos, acompanhava eles em tudo, que é uma mãezona, e que todos estão angustiados, torcendo para que esse “pesadelo” termine o quanto antes.

Segundo Mayse Freitas, coordenadora, do Gas – Grupo Alemão Solidário, a família de Erick é uma das atendidas pelo projeto. Mayse comenta a aflição de ainda não ter notícias sobre o menino: “Ele estava em Icaraí junto com a mãe vendendo doces para sustento da família e desapareceu. A mãe dele é uma super mãe, cria muito bem os filhos dela, ela jamais perderia o filho dela, ela jamais sai de casa sem as crianças. O tempo está passando e ninguém tem noticias dele”.

Se você viu o Erick ou tem alguma informação, ligue para 98443 3886. Mas, atenção, a família está muito aflita e precisa de informações verídicas que levem ao paradeiro do menino.