Dupla do Morro do Vidigal, ML21, é destaque na cena musical carioca

Eles já têm mais de mil inscritos no YouTube e mais de meio milhão de plays nas plataformas digitais de música

Foto: Reprodução

Dois jovens cantores do Morro do Vidigal, Zona Sul da cidade do Rio, decidiram usar a vivência da favela nas suas músicas e inovar no cenário musical carioca. O nome do duo é ML21, os integrantes são Matheus Belkzor e Luan Borges, que, há 5 anos, estão batalhando na busca de expandir seu som da favela para o Brasil.

A favela é lugar de muita cultura e, nessas diferentes culturas, muitos estilos musicais acabam sendo colocados no dia a dia de muitos moradores. Essa diversidade de estilos musicais acabou servindo de inspiração para dois jovens moradores do Vidigal. A dupla desde 2019 vem produzindo conteúdos de maneira autoral e independente. Mas têm contado com lojistas e outros moradores do Vidigal que apoiam o sonho desses jovens cantores. Nas plataformas digitais, lugar que tem sido muito utilizado para expandir trabalhos musicais, eles já somam mais de 500 mil plays.

O som de maior sucesso do ML21 se chama Vidigal, homenagem a favela de onde são crias, que conta um pouco sobre a vivência do morador de uma forma fácil de entender. “Não temos classificação musical, misturamos ritmos como Pagode, Samba, Hip Hop R&B”, falou Matheus. A dupla chegou em 2020 a ficar parada por quase um semestre, em razão da pandemia da Covid-19.

ML21
A dupla tenta sempre de alguma forma integrar outros cantores do Vidigal em suas músicas, para ajudarem a crescer também.
Foto: Reprodução

Matheus teve coronavírus e ficou mais de um mês internado em estado grave. Mas, a superação veio e no final do ano passado lançaram a primeira de uma série de músicas que visam mostrar a versatilidade do ML21, com dois sons de cada gênero que a dupla curte. “Agora estamos lançando primeiro o que chamamos de Bossatrap ou Pagotrap, que mistura pagode, bossa nova com rap/trap, onde as letras falam sobre amor etc. Agora em Março, lançaremos mais um som que se chama “Ela”. Vamos tá gravando o clipe aqui mesmo no Vidigal”, relatou a dupla.

Motivo de Inspiração

ML21
Os amigos se conheceram no grupo de teatro Nós do Morro e desde lá não se separaram mais.
Foto: Reprodução

A repercussão tem servido de inspiração para outros moradores de favela que sonham por um espaço tanto na música como em outras áreas. Além disso, eles têm quebrado estereótipos que existem construídos por quem é de fora da comunidade, segundo eles. 

“É muito incrível, nunca pensamos que poderíamos chegar tão longe, porque tudo começou sem pretensão. Agora a gente vê que nossas músicas estão chegando em vários outros lugares e em vários outros países pela internet, é surreal. O mais incrível é a gente sair no morro e escutar as pessoas ouvindo nossa música, as pessoas nos pararem para elogiar, para incentivar. O apoio de boa parte da favela é muito incrível. É importante. É claro que nós estamos sendo referência pros menor que estão chegando agora, mostrando que podem conseguir alguma coisa com a arte”.

Ouça o ML21 nas plataformas de música e acompanhem eles através das nas redes sociais, @ml21oficial e no YouTube.