Empresária do Alemão se reinventa e faz sucesso com lives no Instagram

Valeria Monteiro, dona da loja Freedom Multimarcas, encontrou nas redes sociais uma solução para driblar a crise na pandemia
2021_09_03-LOJA-DE-FREEDOM-Matheus-Guimaraes-6

A Freedom Multimarcas, loja de roupas e acessórios localizada no Complexo do Alemão, nasceu há 2 anos do sonho de Valeria Monteiro, de 38 anos. Para que esse sonho não virasse um pesadelo com a pandemia, Valeria precisou se reinventar. A empresária encontrou nas redes sociais a solução para driblar a crise. 

Com a chegada da pandemia e, consequentemente, as medidas de segurança, a loja física Freedom Multimarcas precisou fechar as portas por um tempo. Sendo assim, Valeria apostou nas vendas online e começou a fazer lives no Instagram (@freedom_rj_) com produtos em promoção. A ideia surgiu a partir do feedback de treinamento de uma das marcas vendidas na loja e a procura dos clientes também encorajou Valeria a tomar iniciativa. “Fiz a primeira live com muito medo e receio, porque nunca tinha feito, não sabia como seria. A gente viu que os clientes estavam muito animados mandando mensagens pra gente. Fiz a primeira live, bombou!”, diz. 

Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades
Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

A conta do Instagram da loja já ultrapassa 73 mil seguidores. De acordo com a empreendedora, aproximadamente 500 pessoas acompanham as transmissões em tempo real, que duram em média 3 horas. Mesmo com a reabertura da loja física, Valeria continua com as vendas online e já realizou quatro lives. Normalmente, as gravações das lives são publicadas no IGTV e um dos vídeos já chegou a 9 mil visualizações. Ela também conta que sentiu os impactos na venda. Atualmente 75% dos clientes compram online. 

Do Complexo do Alemão para o Brasil inteiro

Além de vender roupas e acessórios de grife, a Freedom tem a própria marca, que já é sucesso entre famosos, como Jojo Todinho, DJ Bacalhau da FM O Dia, o cantor Vitinho, entre outros. A marca não só conquistou artistas, como também atraiu clientes de outros estados. “Entregamos em toda a região do Alemão, do Rio e do Brasil. A Bahia com a gente é muito forte e São Paulo também. A gente cria essa conexão”, afirma Valeria. 

Clientes mais próximos também são fiéis à loja, como Esteves Gouvea, de 39 anos, morador da Penha. “Compro aqui há bastante tempo, porque na loja a marca é boa. Tu chega aqui tu é bem atendido e a roupa cai bem em você”.

Esteves Gouvea é cliente antigo da Freedom e diz que indica para os amigos. 
Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

Contudo, para manter a clientela fixa, Valeria alega que o diferencial está no atendimento. “A gente preza muito o atendimento com o cliente e a intimidade com o cliente. Eles já entram se sentindo em casa”. No entanto, um outro diferencial que chama atenção na Freedom é o fato de todos os funcionários contratados serem moradores de comunidades. 

Valeria garante que o retorno positivo dos clientes e o crescimento da marca são resultado de muito trabalho, inclusive dos funcionários que também fazem parte da história da Freedom. O efeito de todo esse esforço abre caminhos para novos sonhos. “Freedom é liberdade, liberdade da gente que se desprendeu dos medos e seguimos em frente. Tudo partiu de um sonho que se realizou, mas ainda falta. Hoje meu sonho é ver a Freedom em outros lugares e botar a Freedom no shopping”. 

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]