Escolinha de skate no Vidigal promove ensinamentos do esporte para crianças e jovens

As aulas do projeto acontecem todas as terças e quintas-feiras, às 19h, na Vila Olímpica da comunidade

Escolinha de skate no Vidigal promove ensinamentos do esporte para crianças e jovens

Foto: Reprodução

No Morro do Vidigal, Zona Sul da cidade do Rio, um grupo de amigos decidiram inovar e trazer para a comunidade um esporte diferente do que geralmente existe nas favelas: o skate. O Trio vem realizando aulas de maneira gratuita para crianças e jovens da comunidade.

A página Parceiros do Vidigal postou no início deste mês a chegada dessa nova iniciativa. A prática que agora é esporte olímpico, chegou na favela graças ao desejo de 3 jovens em ensinar aos mais novos os fundamentos do skate. O esporte ainda é pouco visto nas favelas cariocas por inúmeros fatores, como: a falta de condições financeiras para aquisição dos equipamentos e locais adequados, além do próprio skate. Contudo, isso não impediu que o ator Rafael Braço (26) , o amigo Caio Vinicius (22), e o skatista Jonathan Mentex, também de 26 anos, trouxessem a atividade esportiva para o Vidigal. Com isso, surgiu a escolinha de skate.

Vidigal
De boné Caio Vinicius, no centro Mentex, e de azul Rafael Braço.
Foto: Reprodução

Esses jovens sempre tiveram o esporte presentes em suas vidas e isso os motivou a passar todo o conhecimento e carinho com o skate para a juventude. Rafael e Caio são atores e crias da Baixada Fluminense. Ao chegar na comunidade, viram a oportunidade de começar o projeto no Vidigal. ”Começamos porque o esporte mudou minha forma de viver e pensar. Como mudou a minha vida, pode mudar de outros também. Porque as coisas ruins estão mais perto, e o esporte tem esse poder de separar as coisas boas do que não é”, contou Rafael.  

Mentex, já campeão brasileiro da modalidade, desde o início quis somar com a dupla e participar também do projeto. ”Começamos o projeto há pouco tempo, porém as crianças estão adorando. Cada aula que passa chega gente nova na escolinha de skate. Não tinha nada relacionado ao skate na comunidade. É uma novidade para as crianças”, relatou o skatista.

Vidigal
O grupo tem como próximo passo comprar mais equipamentos para ampliar as aulas, e buscar parceiros interessados em ajudar o projeto. Foto: Reprodução

Por sua vez, Caio Vinicius contou como tem sido este começo das atividades. “Independente se a criança vai ser um atleta profissional, o objetivo maior é mostrar que eles podem ser mais, mostrar o skate a eles. Porque têm muitos moleques habilidosos que moram na comunidade. A criança tem que ter essa oportunidade de conhecer algo diferente da realidade dela”.

As aulas acontecem todas as terças e quintas-feiras, às 19h, na Vila Olímpica do Vidigal. É só chegar e participar.