Favelas do Rio têm aumento de 167,93% de casos confirmados de Covid-19 em uma semana

Comparado a semana anterior, o Painel da Covid-19 do Voz das Comunidades registrou 2.079 casos a mais
atualizaodocovidnasfavelas-14-01-2022-VALENDO

Na segunda semana do ano, os números relacionados à Covid-19 nas favelas continuam em aumento. São ao todo 3.317 novos casos confirmados nas comunidades acompanhadas pelo Painel da Covid-19 nas Favelas (2.079 a mais do que apontado na semana anterior, de 31/12/2021 até 07/01/2022).

Esses números representam aumento de 167,93% de casos confirmados de Covid-19. O surgimento da nova variante, Ômicron, e também o relaxamento das medidas de distanciamento social, tem sido fator primordial para este cenário de crescimento nos números.

Na última quarta-feira (12), O secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, Daniel Soranz, falou em entrevista ao programa ”Bom Dia Rio”, da ”TV Globo”, que os cariocas infectados pela variante Ômicron e que não se vacinaram contra a Covid-19 podem ter um agravamento da doença em função da não imunização. Segundo o secretário, isso acontece devido à facilidade de propagação da referida cepa.

Das comunidades cariocas monitoradas pelo Voz das Comunidades, o Complexo da Maré, na Zona Norte da cidade do Rio, segue à frente, quando comparada com outras comunidades, no que se refere ao ranking de dados registrados no Painel Covid-19 Nas Favelas. São ao todo 12.352 casos, 382 óbitos e 1.217 moradores recuperados.

Casos e óbitos registrados

Casos e óbitos registrados do dia 07/01/2022 até 14/01/2022 no painel Covid-19 do Voz das Comunidades:

3.317 novos casos confirmados:

  • 10 casos na Gardênia Azul;
  • 102 casos no Vidigal;
  • 111 casos na Mangueira;
  • 115 casos em Manguinhos;
  • 169 casos no Jacarezinho;
  • 173 casos na Cidade de Deus;
  • 186 casos em Vigário Geral;
  • 197 casos em Lins de Vasconcelos;
  • 295 casos no Caju;
  • 463 casos na Rocinha;
  • 528 casos em Acari;
  • 968 casos no Complexo da Maré.

Informativo

Os dados de casos e óbitos das seguintes favelas listados abaixo não foram lançados devido à Prefeitura do Rio de Janeiro não atualizar a planilha de dados individuais com CEP desde do dia 10/01/2022, o que impossibilita do Voz das Comunidades saber quantos casos e óbitos foram registrados entre os dias 07/01/2022 até 14/01/2022.

  • Complexo do Alemão;
  • Morro da Babilônia/Chapéu Mangueira;
  • Barreira do Vasco;
  • Batan;
  • Crácara do Céu;
  • Bandeira 2;
  • Fumacê;
  • Ladeira dos Tabajaras;
  • Mandela;
  • Morro da Formiga;
  • Morro da Providência;
  • Morro do Andaraí;
  • Morro do Borel;
  • Morro do Salgueiro;
  • Morro do Tuiuti;
  • Morro dos Cabritos;
  • Morro dos Macacos;
  • Pavão-Pavãozinho e Cantagalo;
  • Rio das Pedras;

Foi realizado contato com a Secretaria Municipal de Saúde e em nota disseram que estão realizando uma força tarefa para alimentar os dados do Painel Rio Covid-19 e, assim, manter a plataforma atualizada.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]