Gabinete de Crise do Alemão leva doação do Instituto BRF para moradores de dez favelas

A doação de alimentos foi dividida com 25 instituições do Complexo e também com instituições de outras favelas do Rio de Janeiro
ação no Alemão

Foto: Matheus Guimarães / Voz das Comunidades

Foram destinadas pelo Instituto BRF 30 toneladas de alimentos para o Gabinete de Crise do Alemão, que dividiu com 25 instituições do Complexo e também com instituições de outras favelas do Rio de Janeiro. As entregas foram feitas nos dias 02, 05 e 07 de outubro.

Foto: Vilma Ribeiro / Voz das Comunidades

A doação das 30 toneladas de alimentos do Instituto BRF (empresa multinacional brasileira do ramo alimentício, fruto da fusão entre Sadia e Perdigão) foi feita em ação coletiva pelo Coletivo Papo Reto, Mulheres em Ação e Voz das Comunidades. Voluntários do Voz já foram a diversos pontos do Alemão para levar alimentos para moradores.

A doação de alimentos foi distribuída entre líderes comunitários e coletivos sociais de dez localidades diferentes do Rio de Janeiro. Dentre elas, Complexo do Alemão, Cidade de Deus, Parada de Lucas, Acari, Vidigal, Jacaré, Manguinhos, Complexo da Maré e também da Baixada Fluminense.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]