Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Instituto Vini Jr inaugura Centro de Tecnologia na E.M. Francisco Benjamin Galloti, na Providência

A primeira favela carioca a ter o projeto foi a Kelson’s, na Maré, onde fica localizada a Escola Municipal Cantor e Compositor Gonzaguinha
Foto: Divulgação / SME
Foto: Divulgação / SME

O Instituto Vini Jr, do atacante – de mesmo nome – da Seleção Brasileira e Real Madrid, inaugurou o Centro de Tecnologia Base na Escola Municipal Francisco Benjamin Galloti, no Morro da Providência, no Centro do Rio, nesta segunda-feira (12). A primeira favela carioca a receber o CT Base foi a Kelson’s, no Complexo da Maré, onde fica localizada a Escola Municipal Cantor e Compositor Gonzaguinha. Além do município do Rio, unidades escolares de São Gonçalo e Rio Preto, em Minas Gerais, também já foram contempladas com a iniciativa, que acontece em parceria com o UnitedHealth Group Brasil.

Foto: Divulgação / Instituto Vini Jr
Foto: Divulgação / Instituto Vini Jr

O CT Base é um polo de inovação inserido em escolas públicas, com infraestrutura, métodos e capacitações para instrumentalizar professores e gestores escolares na construção de propostas educacionais inovadoras. O objetivo é utilizar a tecnologia como ferramenta e o futebol como linguagem para a melhoria dos processos de ensino-aprendizagem, sendo uma sala equipada com smartphones, notebooks, TV, tablet e uma ambientação que remete a um estádio de futebol. A sala será utilizada pelas professoras e alunos nos anos iniciais do Ensino Fundamental (do 1º ao 5º ano), beneficiando crianças de 6 a 10 anos.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]