Moradores do Jacarezinho promovem evento esportivo Jacaré Fight 2021

O objetivo do torneio de artes marciais mistas é dar oportunidades para atletas de favela no mundo da luta
Luta

Foto: Reprodução / Via Internet

No próximo dia 7 de setembro, feriado do dia da independência do Brasil, acontecerá no Jacarezinho, Zona Norte da cidade do Rio, o Jacaré Fight 2021. O evento apresentará lutas de Muay Thai e Submission, nas categorias amador e semi profissional.

Até o momento, oito lutas de diferentes categorias foram confirmadas pela organização. Há destaque para a luta principal, Ygor Silva vs Reinaldo Junior, que é a mais aguardada da noite. Ygor representa a comunidade do Jacaré e Reinaldo representado a favela da Rocinha. Eles farão a única luta de categoria profissional até 75kg do evento. 

De acordo com a organização, responsável pelo Jacaré Fight 2021, a ideia do torneio é promover oportunidade para lutadores, homens e mulheres, do Jacaré e de outras favelas do Rio, e visibilidade para terem acesso a competições de maior porte. Com isso, valorizando o esporte e mostrando para a sociedade que o Jacarezinho não é um local onde só existe violência, mas outras ações positivas e de transformação social.

O evento está previsto para começar às 09h e o ingresso será no valor de R$10. O local do torneio é a quadra da Escola de Samba Unidos do Jacarezinho, que fica na Avenida Dom Hélder Câmara, 2233, em frente a Cidade da Polícia.

Para mais informações, é possível entrar em em contato através dos números (21) 97302-6253, Renato Binho, (21) 99659-2743, Anderson Pato, ou (21) 96444-3242, Rafael Ramos.

O torneio de luta terá combates de Muay Thai e Submission, para homens, mulheres, e também na categoria infantil
Foto: Divulgação / Jacaré Fight 2021

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]