Moradores vão precisar economizar água após rompimento em adutora de Higienópolis

A previsão é de que o serviço seja concluído ainda hoje, dia 2. A CEDAE precisou interromper abastecimento de 21 bairros da zona Norte e do Centro do Rio e pede que moradores desses locais economizem água
falta-de-agua

Rompimento em adutora de Higienópolis, na madrugada desta sexta-feira (02), impacta abastecimento de água em bairros da Zona Norte e do Centro do Rio. A CEDAE ( Companhia Estadual de Águas e Esgotos do Rio de Janeiro) pede que moradores desses locais economizem água, pois foi preciso interromper o abastecimento de 21 bairros.

Chegamos na Primavera com cara de Verão, e nesses últimos dias tem feito bastante calor. E já não basta essa sensação térmica que desanima qualquer um, moradores têm mais um motivo para sofrer com esse calorão: A CEDAE está fazendo um reparo emergencial em uma adutora de Higienópolis, na rua Lourenço Ribeiro, por causa do seu rompimento. O serviço teve início ainda de madrugada, quando uma grande quantidade de água tomou conta da rua e das calçadas próximas ao local. A previsão é de que o serviço seja concluído ainda hoje.

Engenho da Rainha; Del Castilho; Higienópolis Bonsucesso; Ilha do Governador; Vicente de Carvalho; Kosmos; Cascadura; Piedade; Ramos; Inhaúma; Centro; Leopoldina; Caju; Rocha; Benfica; Riachuelo; Sampaio Correa; São Francisco Xavier; Triagem; Manguinhos.

A Avenida dos Democráticos, na altura do número 683, em Higienópolis, que ficou fechada após o rompimento da adutora, foi totalmente reaberta pouco antes das 6h, como informou o Centro de Operações Rio (COR).

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]