Morre fotógrafo da Maré Bira Carvalho na madrugada desta segunda-feira (29)

Com um acervo de mais de 17 mil imagens, o fotógrafo era referência no cenário visual do Rio de Janeiro por retratar o cotidiano das favelas

Foto: ReproduçãoFoto: Reprodução

A manhã desta segunda-feira (29) amanheceu com uma notícia triste para os moradores do Complexo da Maré e, também, para todos que acompanham a trajetória potente do fotógrafo comunitário Ubirajara Carvalho, mais conhecido como Bira Carvalho, de 51 anos. Segundo informações, o profissional da fotografia veio a falecer no início do dia de hoje.

Em seus trabalhos, Bira apresentava o cotidiano da favela para o mundo.
Foto: Bira Carvalho/Divulgação.

Com as lentes fotográficas, o trabalho afiado de Bira Carvalho prestigiava o cotidiano das favelas da Maré, com os moradores sendo prestigiados em cada “flash”. Além de atuar por trás das câmeras, ele também exercia a sua inspiração artística e favelada em seus trechos de poesias e crônicas. Com um acervo de mais de 17 mil imagens, o fotógrafo era referência no cenário visual do Rio de Janeiro.

Bira Carvalho, de 51 anos, era uma referência no mundo da fotografia popular e na resistência favelada.
Foto: Reprodução / Bira Carvalho.

Fora esses destaques dentro do mundo da fotografia, Bira também era uma presença ativa na resistência política e na transformação social dentro do Complexo da Maré. Antes de sua morte, ele coordenava a agência de fotógrafos populares Imagens do Povo.