Polícia Militar realiza operações em 9 comunidades da Zona Norte do Rio

Andaraí, Cajueiro, Congonha, Faz quem Quer, Vigário Geral, Cinco Bocas, Parada de Lucas, Cidade Alta e Pica Pau são as favelas que estão com a presença da PM
Urgente Voz

Na manhã desta segunda-feira (13), a polícia do Rio de Janeiro realiza operações nas comunidades Andaraí, Cajueiro, Congonha, Faz quem Quer, Vigário Geral, Cinco Bocas, Parada de Lucas, Cidade Alta e Pica Pau.

Segundo informações publicadas pela guarnição em nota, a maioria das operações nas comunidades da Zona Norte da cidade (Vigário Geral, Parada de Lucas, Cidade Alta, Cinco Bocas e Pica-Pau) realiza ações de remoção de obstáculos das vias. Também na Zona Norte, as comunidades de Cajueiro, Faz Quem Quer e Congonha realiza ações investigadoras.

No Andaraí, estão atuando policiais militares da Coordenadoria de Polícia Pacificadora (CPP) e da Unidade de Polícia Pacificadora (UPP), de acordo com a nota.

Em nova nota emitida pela polícia, na comunidade de Congonha, houve confronto e uma pessoa foi encaminhada para o Hospital Estadual Carlos Chagas. Moradores do Andaraí relataram tiros na localidade por volta das 6h da manhã e muitos policiais no região. A PM, também em nota, publicou que não houve prisões.

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]