Principal meio de acesso à universidade, inscrições para o ENEM 2021 estão abertas; Saiba como se inscrever

Representantes do pré-vestibular comunitário NICA Jacarezinho falam sobre a expectativa para o exame deste ano

Principal meio de acesso à universidade, inscrições para o ENEM 2021 estão abertas; Saiba como se inscrever

Foto: Reprodução/NICA

Iniciou na última quarta-feira (30) as inscrições para o ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio). A prova é a principal avaliação do país para ingressar em uma universidade pública ou privada. O exame está previsto para ser aplicado nos finais de semana da data do dia 21 e 28 de novembro deste ano.

Mesmo com a atual situação dos estudantes da rede pública, onde muitos estão no ensino remoto sem as condições adequadas para estudar, o Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) anunciou nesta semana a abertura das inscrições para o ENEM 2021. Neste ano, tanto a versão impressa quanto a digital serão aplicadas nos mesmos dias e horários, diferentemente do Enem 2020, onde a aplicação se deu em finais de semana diferentes.

Prova Digital

O Enem Digital é exclusivo para aqueles que já concluíram o Ensino Médio ou vão concluí-lo ainda neste ano. Estarão disponíveis recursos de acessibilidade, como prova ampliada, super ampliada, sala de fácil acesso, intérprete de Língua Brasileira de Sinais (Libras), e tempo adicional. As vagas para fazer a versão digital da prova são limitadas. Serão disponibilizadas 101.100 inscrições para os primeiros participantes que optarem por esta modalidade.

O valor da taxa de inscrição é de R$85, que deve ser pago exclusivamente pelos candidatos que não conseguiram a isenção. Contudo, isentos ou não, todos os interessados em fazer o Enem 2021 precisam realizar a inscrição no exame. 
Foto: Reprodução

O ENEM é constituído por quatro provas objetivas e uma redação em língua portuguesa. Cada prova objetiva tem 45 questões de múltipla escolha, que avaliam as seguintes áreas de conhecimento, são elas:

  • linguagens, códigos e suas tecnologias;
  • ciências humanas e suas tecnologias;
  • ciências humanas 
  • e suas tecnologias;
  • matemática e suas tecnologias.

Estudantes de pré-vestibulares comunitários estão se preparando para a prova

A professora de redação Flávia Cândido, do Núcleo Independente Comunitário de Aprendizagem (NICA), da comunidade do Jacarezinho, Zona Norte da cidade, comentou a respeito da realização da prova.

“Sabemos que a desigualdade social está muito vista dentro da educação, e a desigualdade digital ficou evidente agora na pandemia.  Nós vimos ano passado as propagandas, “estude como der”, mas não existe isso quando vemos parentes morrendo de fome, de tiro, de Covid-19, amigos passando dificuldade financeira, trabalhar o dia todo e estudar no final do dia. E achar que eles vão ter os mesmos resultados de um aluno de classe média. Então não é justo falar de meritocracia”. 

O NICA adaptou diversas formas de ensino para atender os moradores do Jacarezinho.
Foto: Reprodução

Aluno do NICA, Jean Maurieli, de 21 anos, que vai prestar o vestibular esse ano, morador do Jacarezinho, tem o sonho de ingressar no curso de direito. Mesmo com todas as barreiras, Jean mantém a expectativa positiva.

“Meus estudos estão andando de forma gradual, na maioria das vezes conseguindo dar conta, pelo motivo de usar o YouTube para melhorar a compreensão da matéria. As dificuldades são questões psicológicas (ansiedade) e a internet. Que todos consigam fazer a prova sem pressão e uma boa concentração. Com todos vacinados”, comentou o estudante.

Como se inscrever

1. Início. O primeiro passo é acessar a Página do Participante e clicar no botão “Inscrição”. Depois, são solicitados o número do CPF e a data de nascimento do participante, informações que devem ser inseridas antes de clicar na opção “Iniciar a inscrição”. Os dados pessoais informados devem ser iguais aos cadastrados na Receita Federal. Segundo o Inep, inscrições com dados diferentes dos da Receita não serão aceitas.

2. Dados pessoais. Em seguida, basta selecionar o botão “Próximo”, que direciona para as páginas de preenchimento dos dados pessoais e endereço. Ao preencher as informações, deve-se seguir clicando em “Próximo”.

3. Atendimento especializado. Na aba “Atendimentos”, deve-se responder se o participante precisa de atendimento especializado. Se a opção for sim, o caminho é preencher as informações referentes à necessidade de recursos de acessibilidade e anexar os documentos correspondentes. Se o participante não precisa de atendimento especializado, o indicado é selecionar a opção “Não preciso”.

4. Situação escolar. Depois, há uma etapa referente à situação escolar do aluno e um questionário socioeconômico, que tem 25 perguntas a serem respondidas.

5. Dados de contato. Em “Dados de Contato”, devem ser informados telefones de contato (fixo e celular) e e-mail válidos. O Inep poderá utilizar o e-mail cadastrado para enviar ao participante informações relativas ao exame.

6. Modelo de prova. Com os contatos preenchidos, o participante deve selecionar o modelo de prova (impressa ou digital), que não poderá ser alterado após a finalização da inscrição, e indicar a cidade e o Estado em que se deseja realizar as provas. Esse campo pode ser alterado na Página do Participante até o encerramento das inscrições, às 23h59 do dia 14 de julho.

7. Foto. No campo “Foto”, é preciso anexar uma foto do participante no sistema. Ela deve ser atual, pois pode ser usada pelo Inep para procedimento de identificação nos dias de realização do exame.

8. Enviar inscrição. A última etapa da inscrição é uma página com todas as informações do participante. Nela, é importante conferir se as respostas estão corretas e clicar no botão “Enviar inscrição”. Se o participante não solicitou a isenção da taxa de inscrição ou teve o pedido de isenção reprovado, é importante não se esquecer de pagar a GRU Cobrança para ter a inscrição confirmada.

Datas Importantes

As inscrições: de 30 de junho a 14 de julho;

Pagamento da taxa para pessoas não isentas: de 30 de junho a 19 de julho;

Pedido de atendimento especial: de 30 de junho a 14 de julho;

Resultado do pedido de atendimento especial: 23 de julho;

Recurso do pedido de atendimento especial: de 26 a 30 de julho;

Resultado do recurso do atendimento especial: 4 de agosto;

Pedido de uso de nome social: de 19 a 23 de julho;

Resultado sobre nome social: 30 de julho;

Recurso sobre nome social: de 2 a 6 de agosto;

Resultado do recurso sobre nome social: 11 de agosto;

Prova: em 21 e 28 de novembro.

O ENEM foi instituído em 1998 e tem como objetivo de avaliar o desempenho escolar dos estudantes ao término da educação básica. No ano de 2009, a prova melhorou sua metodologia e passou a ser utilizado também como mecanismo de acesso à educação superior por algumas universidades.