Programa Além da Quebrada estreia hoje; a primeira entrevistada é Nath Finanças

Gravado em janeiro de 2020, antes da pandemia, o programa traz jovens de favelas e periferias do Rio que fazem a diferença

Programa Além da Quebrada estreia hoje; a primeira entrevistada é Nath Finanças

Por: Rick Trindade e Mariana Assis

Nathália Rodrigues não pensava que estaria onde está hoje. Imaginava, sim! Formada em administração e trabalhando na área. Mas, jamais como uma das principais vozes brasileiras quando o assunto é educação financeira. 

Ao cursar disciplinas sobre finanças na faculdade, ela percebeu a distância que a população de baixa renda tinha sobre a organização de seus rendimentos monetários. Nathália, então, começou a pensar maneiras de repassar as expertises que estava tendo contato para os seus. Foi aí que criou o canal no Youtube Nath Finanças e explodiu. 

Com mais de um milhão de seguidores nas redes sociais, a jovem de Nova Iguaçu dá dicas de como poupar e priorizar compras, até explicar nas miudezas como funciona a bolsa de valores. 

Natália, no entanto, não se acanha ou tampouco se deslumbra com o sucesso. Ela sabe de onde veio e o seu trabalho “tem propósito”, como sempre afirma. Manter os pés no chão, valorizar seu território e outros assuntos são temas desse primeiro episódio do Além da Quebrada, que estreia hoje. Será o primeiro dos seis episódios da série especial lançada pelo Voz das Comunidades, nas redes sociais (Twitter, Instagram e Facebook), e no canal do Youtube do Jornal.

A ideia do programa é fazer uma viagem interna com os entrevistados, fazendo-os relembrar momentos marcantes da infância, seus sonhos e desejos não só pessoais como profissionais, a relação de afeto com seus territórios e os ensinamentos deles tirados.

E quando você vai além?

Ir Além da Quebrada é sempre lembrar que ela é o centro, de onde tudo parte e se encaminha. A provocação que o nome do programa traz pretende mostrar como lugares vistos por muitos, a partir da perspectiva da ausência (como as favelas e periferias são frequentemente retratadas), têm formado as principais mentes revolucionárias do país. 

A dupla Mariana Assis e Rick Trindade, voluntários do Voz das Comunidades, percorreu sete favelas e periferias cariocas em janeiro de 2020. Ao todo, viajaram por mais de 500 quilômetros conversando com educadores, cientistas, artistas e jornalistas jovens que têm estremecido as estruturas racistas e sexistas da sociedade. 

Enquanto Mariana foi responsável pela produção e entrevistas do programa, Rick gravou, roteirizou e editou.  Saibo T e TiahaC somaram à equipe na criação da vinheta. A trilha sonora é com a música “Do Batuque ao Bass”, da cantora Gabz, cuja letra expressa o levante que vem sendo protagonizado pela juventude preta, pobre, periférica e favelada de reafirmar que é “o futuro e o presente”, como diz um verso da canção. Toda a identidade visual foi produzida pela Laryssa Ramos. Gabi Coelho coordenou a equipe até setembro de 2020.

Talvez você esteja aí pensando sobre o que é ir além da Quebrada. E, é essa provocação que a gente quer te causar. O programa vai te mostrar possibilidades de uma maneira real. Sonhos e realizações. Ideais de vidas que enfrentam lutas diárias, mas que acreditam no poder da transformação. Agora eu te pergunto:  você está pronto para ir Além da Quebrada com a gente?