Pesquisar
Close this search box.
Pesquisar
Close this search box.

Projeto social da Imperatriz Leopoldinense abre inscrições para curso de ballet infantil

As aulas são gratuitas e estão destinadas para crianças de 3 a 6 anos de idade
Foto: Reprodução
Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

A escola de Samba Imperatriz Leopoldinense, localizada no bairro de Ramos, na Zona Norte do Rio de Janeiro, próximo aos Morros do Alemão e Baiana, abriu inscrições para aulas gratuitas de ballet para crianças na quadra da escola de samba.

Desde o início deste ano, a Imperatriz vem realizando diversos eventos sociais para os moradores do bairro de Ramos e adjacências. A escola já fez ações de distribuição de cestas básicas, ovos de Páscoa, curso de Mestre Sala e Porta Bandeira, campanha do agasalho para moradores de rua da região. E, agora, abriu inscrições para uma turma de ballet infantil, com aulas semanais para as crianças.

”Fazemos as ações com base em dar apoio às pessoas da nossa comunidade, para o entretenimento e lazer dessas pessoas que estavam muito presas. Oferecendo alguma coisa de qualidade sem prejudicar o distanciamento social dessa famílias”, contou Robson Lourenço, Diretor Geral de Projetos e Planejamento.

As inscrições vão até 18 de Julho
Foto: Reprodução

Stephanie Hansen, professora que vai comandar as aulas, falou com empolgação sobre este projeto. “Sou da escola há 11 anos, a Imperatriz é minha paixão. Sempre quis estar presente de alguma forma ajudando com o crescimento da comunidade. Sou formada em ballet clássico e sonho há muito tempo com esse projeto, juntar minhas duas paixões: a imperatriz e a dança! Pois a dança é educação, disciplina e arte! Estou muito animada para o começo das aulas , em menos de 3 dia fechamos todas as vagas, foi muito além das minhas expectativas.”

As inscrições para o curso de ballet com a professora Stephanie Hansen são voltadas para crianças de 3 a 6 anos e vão até o dia 18/07. As aulas serão semanais, sempre aos sábados pela manhã. Faça sua inscrição .

Compartilhe este post com seus amigos

Facebook
Twitter
LinkedIn
Telegram
WhatsApp

EDITORIAS

PERFIL

Rene Silva

Fundou o jornal Voz das Comunidades no Complexo do Alemão aos 11 anos de idade, um dos maiores veículos de comunicação das favelas cariocas. Trabalhou como roteirista em “Malhação Conectados” em 2011, na novela Salve Jorge em 2012, um dos brasileiros importantes no carregamento da tocha olímpica de Londres 2012, e em 2013 foi consultor do programa Esquenta. Palestrou em Harvard em 2013, contando a experiência de usar o twitter como plataforma de comunicação entre a favela e o poder público. Recebeu o Prêmio Mundial da Juventude, na Índia. Recentemente, foi nomeado como 1 dos 100 negros mais influentes do mundo, pelo trabalho desenvolvido no Brasil, Forbes under 30 e carioca do ano 2020. Diretor e captador de recursos da ONG.

 

 

Contato:
[email protected]